O Governo aprovou hoje contratos para a atribuição de benefícios fiscais a quatro empresas para um investimento total de quase 170 milhões de euros e a criação de mais de 1.100 postos de trabalho até 2025.

Um dos contratos foi realizado com a sociedade Iber King, para a criação de 26 estabelecimentos de restauração, num investimento total de 32 milhões de euros e a criação de 676 postos de trabalho até ao final de 2025, bem com a manutenção dos atuais 802 postos.

Com este contrato, o Estado vai atribui à Iber King um crédito fiscal em sede de Imposto sobre o Rendimento de pessoas Coletivas (IRC) de 21,81%, até um montante máximo de cerca de seis milhões de euros.

Outro dos contratos foi assinado com a sociedade IBERUSA e prevê a criação de 10 novos estabelecimentos de restauração, num investimento global de 10,5 milhões de euros que vai promover a criação de 250 postos de trabalho até ao final de 2025, bem como a manutenção dos atuais 1.662 postos de trabalho.

Esta empresa obteve do Estado um crédito fiscal em sede de IRC de 19,12%, até um montante máximo que ronda os 1,1 milhões de euros.

O Estado assinou também um contrato com a Benteler – Indústria de Componentes para Automóveis, "atribuindo um crédito fiscal em sede de IRC de 10%, considerando um investimento total de 6,35 milhões de euros, aplicado no estabelecimento de uma nova unidade industrial, localizada em Palmela, para a produção de componentes para o modelo da Volkswagen lançado em 2017", segundo o comunicado do Conselho de Ministros.

Do contrato decorre a criação de 88 postos de trabalho permanentes até 31 de dezembro de 2019 e a manutenção dos 98 atualmente existentes.

Por fim, foi assinado um contrato também com a sociedade Navigator Tissue Cacia, para a construção e o equipamento de uma nova unidade industrial autónoma, com a realização de um investimento de cerca de 120,5 milhões de euros.

Do contrato decorre um crédito fiscal em sede de IRC, de 10%, até ao montante máximo de 11,5 milhões de euros e a criação de 133 postos de trabalho até 31 de dezembro de 2021.

Estes projetos empresariais representam um investimento global superior a 169 milhões de euros, permitindo a criação de 1.147 novos postos de trabalho até 2025 e a manutenção dos atuais 2.562 empregos", afirma o Governo num comunicado divulgado após o Conselho de Ministros.