O Governo nomeou esta quarta-feira, por diploma publicado, os três membros que compõem a comissão especial para o acompanhamento do processo de privatização da TAP.

O presidente da comissão, que assume estas funções, é João Augusto Cantiga Esteves, que até 2000 exerceu funções de direção e administração em empresas dos setores bancário, telecomunicações, turismo e agropecuário, e atualmente é sócio diretor da consultora em mercados financeiros e gestão de riscos Ephi.

Outro dos nomeados é José Manuel Gonçalves de Morais Cabral, fundador da Confederação da Indústria Portuguesa e atual presidente do conselho fiscal da GENERIS Farmacêutica e da José de Mello Saúde e vogal do conselho fiscal da PT Portugal e membro do conselho consultivo do Banco de Portugal.

O terceiro elemento da comissão é Duarte Manuel Ivens Pitta Ferraz, que exerceu os cargos de diretor de auditoria da Deloitte, da Philip Morris Companies nos Estados Unidos da América e da Black & Decker.

O processo de reprivatização indireta do capital social da TAP foi aprovado em finais de dezembro do ano passado, tendo o Governo decidido há duas semanas – através de resolução do Conselho de Ministros - constituir esta comissão especial para proceder ao acompanhamento do processo.

A atividade desenvolvida pelos elementos da comissão vai ser remunerada, nos termos da Lei -Quadro das Privatizações, estando autorizados a acumular esta remuneração com a auferida nos respetivos lugares de origem.