TVI24

Vote nas mulheres portuguesas, simply the best

1
Passadeira vermelha

Prestígio

1º clique na sua escolha, 2º clique em "VOTAR"
  • Uma obra da pintora portuguesa atingiu, no ano passado, em leilão, o valor recorde de 1,6 milhões de euros. Aos 81 anos, soma prémios e distinções.
     16%
  • É directora artística da Orquestra Sinfónica de Berkeley e uma das maestrinas mais aclamadas pelo público e pela imprensa especializada.
     19%
  • Em 2008, a cientista da Universidade Nova de Lisboa ganhou 2,4 milhões de euros, o maior prémio de sempre dado a um investigador português.
     37%
  • Uma exposição no Palácio de Versalhes foi a mais visitada dos últimos 50 anos. Depois veio a Bienal de Veneza e uma mostra que levou milhares ao Palácio da Ajuda.
     28%
2
Atleta

Atleta

1º clique na sua escolha, 2º clique em "VOTAR"
  • Venceu o Campeonato Europeu dos 10.000 metros em 2012 e muitas outras corridas. A fundista é recordista nacional da meia-maratona.
     9%
  • É a maior judoca portuguesa. Soma cinco títulos de campeã da Europa e quatro vezes ficou em segundo lugar.
     60%
  • A fundista é uma mulher de maratonas. Foi campeã da Europa de Atletismo em 2010, tendo duas participações em Jogos Olímpicos.
     11%
  • É campeã da Taça de Inglaterra pelo Chelsea. O Futebol Feminino ganha adeptos à conta do trabalho de jogadoras como ela, a caminho das 100 internacionalizações.
     20%
3
Sofá

Poder

1º clique na sua escolha, 2º clique em "VOTAR"
  • É o rosto do Ministério Público, um órgão independente de todos os outros, que tem o poder de investigar, arquivar e decidir os casos que devem ser levados a tribunal.
     12%
  • Tem a responsabilidade de dar apoio ao sistema judicial. O que na pratica significa ter o poder de decidir que meios tem o Estado para exercer a Justiça.
     12%
  • É a presidente da Fundação Champalimaud e uma das mais importantes na investigação e tratamentos inovadores de doenças como o cancro.
     29%
  • Porta-voz do BE, rosto de um dos partidos que sustentam o actual governo, É uma mulher com poder real na política portuguesa da atualidade.
     47%
4
Concerto

Popularidade

1º clique na sua escolha, 2º clique em "VOTAR"
  • Apresentadora e diretora da TVI, empresária e blogger de sucesso, é seguida por quase um milhão e meio de pessoas no Facebook e líder das manhãs da televisão portuguesa.
     56%
  • As tardes são dela. No formato dos talk shows da tarde há vários anos, ainda se emociona em direto. A apresentadora também já publicou três romances.
     14%
  • É considerada uma das mulheres mais sensuais de Portugal. Aos 33 anos construiu uma carreira sólida como atriz. Há mais de uma década que a sua cara é uma constante diária nos ecrãs.
     25%
  • Apresentou o primeiro reality show da televisão portuguesa. Portugal parou para ver a vitória de Zé Maria na final do Big Brother, na TVI, em 2001. Teresa Guilherme não parou. Rosto da TV e agora blogger.
     5%
5
Beleza

Beleza

1º clique na sua escolha, 2º clique em "VOTAR"
  • Aos 24 anos, a portuense é modelo da Victoria Secret e acaba de conquistar mais um marco na carreira, ao abrir um dos desfiles da Paris Fashion Week.
     50%
  • Da menina simpática de “Morangos com Açúcar” à mulher atraente dos dias de hoje. A atriz, apresentadora e modelo é presença constante nas páginas das revistas.
     18%
  • A protagonista de “A única mulher”, da TVI, conquistou, com a representação, um lugar nos ecrãs que já tinha alcançado nas passerelles. A novela vai na segunda temporada.
     15%
  • Pertence a uma nova geração de fadistas. Aos 18 anos foi a uma casa de fados. João Braga gostou de ouvi-la. Dona de uma voz suave e mulher bonita, deu mais de 100 concertos em 2015.
     17%
6
Microfone

Ativismo

1º clique na sua escolha, 2º clique em "VOTAR"
  • A eurodeputada socialista é conhecida por algumas declarações polémicas. Travou um braço-de-ferro com o Estado sobre os voos da CIA que passaram pelo espaço aéreo português.
     9%
  • A vocalista dos Deolinda é a cantora portuguesa de intervenção do século XXI. É a voz “da geração sem remuneração”.
     44%
  • Filha do histórico do CDS, é na bancada do PS que tem feito a sua carreira política. É uma das defensoras dos direitos dos homossexuais. Chorou ao ver o Parlamento aprovar a coadoção gay.
     16%
  • A atual procuradora-geral distrital de Lisboa é conhecida pela sua luta contra a corrupção. Casos Moderna ou Apito Dourado fazem parte do seu percurso como magistrada do MP.
     31%
7
Ballet

Revelação

1º clique na sua escolha, 2º clique em "VOTAR"
  • Distinguiu-se pela postura irreverente na comissão de inquérito ao BES. Foi uma das principais negociadoras do acordo para uma maioria de esquerda com o PS.
     31%
  • Teve uma participação recordista nas presidenciais. Com 10,3% dos votos, foi a mulher mais votada de sempre em candidaturas para o mais alto cargo da nação.
     33%
  • Aproveitou a fábrica de rolhas de cortiça da familia e criou a marca Pelcor. Soma distinções. Recebeu do Parlamento Europeu o prémio de melhor empresária da Europa.
     13%
  • Aos 23 anos, é a mais jovem realizadora de sempre a conquistar um Urso de Ouro no Festival de Berlim. É a "figura-sensação" do momento no cinema luso.
     23%
8
Mulher

Carreira

1º clique na sua escolha, 2º clique em "VOTAR"
  • Com mais de 70 anos de carreira, muitos prémios e condecorações, continua a trabalhar aos 87 anos. Depois de vencer um cancro, a atriz aceitou o desafio de voltar às novelas. "A minha grande sorte é ser uma entusiasta", disse na TVI.
     55%
  • Perdeu a voz logo após cantar a “Desfolhada”, no festival da canção, mas, hoje, aos 78 anos, e depois de vencer dois cancros, promete continuar a trabalhar e a representar a cultura portuguesa.
     27%
  • A autora de “A Sibila” conta já com 93 anos. Venceu o Prémio Camões, em 2004, um dos muitos que colecionou ao longo de quase 70 anos. Manoel de Oliveira adaptou vários dos seus romances ao cinema.
     7%
  • A ex-atleta foi uma das melhores corredoras do século XX, com uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988. Tem um palmarés que brilha na memória dos portugueses.
     11%