TVI24

Sócrates e a Operação Marquês

1

Quatro anos depois de ter começado, a investigação Operação Marquês chegou finalmente ao fim.

Nunca antes em Portugal um ex-primeiro-ministro tinha sido detido, tinha estado em prisão preventiva ou tinha sido acusado de corrupção.

2
Como foi detido Sócrates

Como foi detido Sócrates

O filme da noite em que foi detido o antigo primeiro-ministro, a 21 de novembro de 2014

3

Tudo começou com uma investigação a Carlos Santos Silva, apanhado noutro processo mediático, a Operação Monte Branco, por suspeita de fraude fiscal e branqueamento de capitais.

Em pouco tempo, alguns indícios suspeitos levaram o Ministério Público a requerer a um juiz que José Sócrates fosse escutado.

4
19 FOTOS

As primeiras imagens do detido

José Sócrates foi ouvido durante três dias no Campus da Justiça, até lhe ser decretada a prisão preventiva. Estas foram as primeiras imagens do ex-primeiro-ministro desde que foi detido
5
Como o Ministério Público chegou aos alegados crimes de Sócrates

Como o Ministério Público chegou aos alegados crimes de Sócrates

A investigação descreve detalhadamente como funcionaria o esquema entre José Sócrates e o suposto "testa-de-ferro" Carlos Santos Silva.

6

Descobrem-se mais de 23 milhões de euros na Suíça. Os investigadores suspeitam que sejam do ex-primeiro-ministro. Do fim para o princípio, procuram a origem de tão elevado valor.

Há uma conta do empresário amigo de José Sócrates que chamou em especial a atenção dos investigadores.

Por esta conta aberta no BES, passaram, em dois anos, mais de 17 milhões e meio de euros, com uma particularidade: a conta está em nome de Carlos Santos Silva, mas, segundo o Ministério Público, servia apenas para pagar despesas de José Sócrates.

Os arguidos rejeitam que o dinheiro pertença ao ex-governante e falam em empréstimos.

7
A conta “especial” de Carlos Santos Silva

A conta "especial" de Carlos Santos Silva

A teoria do Ministério Público

8
31 FOTOS

As visitas à prisão

Durante os nove meses em que esteve no Estabelecimento Prisional de Évora, aqui estão algumas das visitas que José Sócrates recebeu. À porta da prisão, houve manifestações de apoio e de crítica
9

A investigação começa no Grupo Lena, segue-se o empreendimento turístico de luxo no Algarve de Vale de Lobo e, por fim, a PT.

E é aqui que entra o ex-banqueiro que ficou conhecido como o “Dono Disto tudo”, Ricardo Salgado.

Para a investigação, tudo o que aconteceu foi a pedido dos desejos de Ricardo Salgado e dos interesses do Banco Espírito Santo.

E José Sócrates não terá sido o único a receber contrapartidas.

10
Os milhões de Salgado

Os milhões de Salgado

Ministério Público acredita que o ex-patrão do BES distribuiu "luvas" para manter influência na PT. O dinheiro serviria para subornar José Sócrates, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava, entre outros. No interrogatório, Ricardo Salgado comentou: "Isto foi o diabo"

11
37 FOTOS

Preso, mas em casa

José Sócrates esteve em prisão domiciliária pouco mais de um mês. Ficou numa casa da ex-mulher, Sofia Fava, em Lisboa, onde também recebeu muitas visitas
12
Juiz Carlos Alexandre [Foto: Lusa]

“Eu sou um bocado bicho-do-mato, o tal saloio de Mação. Um tipo que tem uns créditos hipotecários, tem que trabalhar para os pagar, não tem dinheiros em nomes de amigos, não tem contas bancárias em nomes de amigos e até desse ponto de vista não tem amigos”

                                    Carlos Alexandre, 8 de setembro de 2016, em entrevista à SIC 

13
Empresas de Santos Silva ganharam 115 milhões com contratos públicos

O rasto do dinheiro

Dez empresas de Santos Silva conseguiram 426 contratos com o Estado, entre novembro de 2008 e janeiro de 2015.

A maioria por ajuste direto. Foram 115 milhões en contratos públicos.

14

O processo terminou com 32 arguidos: 22 pessoas e 10 empresas.

A maioria dos visados optou pelo silêncio, deixando para os advogados o papel da defesa. Todos recusam as suspeições levantadas. 

Na verdade, apenas José Sócrates fez várias declarações públicas, deu várias entrevistas e permaneceu, sempre que possível, na luz da ribalta. 

15
"Este processo serviu para prejudicar o PS"

Entrevista à TVI

A 14 de dezembro de 2015, deu uma longa entrevista à TVI onde se queixou da falta de acusação e lançou a suspeita do processo servir para prejudicar o PS

16

O YouTube

José Sócrates passou a ter um canal no YouTube, onde vai fazendo a sua defesa na Operação Marquês.

 

17
Como Sócrates vendeu mais de 20 mil exemplares do livro?

Como Sócrates vendeu mais de 20 mil exemplares do livro?

O Ministério Público acredita que muitos foram comprados pelo próprio, num esquema que até terá envolvido até deputados socialistas

18

O Ministério Público acabou por deduzir acusação contra 28 arguidos, 19 pessoas singulares e 9 pessoas coletivas.

José Sócrates está acusado de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 crimes de branqueamento de capitais, nove crimes de falsificação de documento e três crimes de fraude fiscal qualificada.

Ricardo Salgado está acusado de um crime de corrupção ativa de titular de cargo político, dois crimes de corrupção ativa, nove de branqueamento de capitais, três de abuso de confiança, três de falsificação de documento e três de fraude fiscal qualificada.

Os arguidos João Abrantes Serra, Joaquim Paulo da Conceição e Paulo Lalanda e Castro não foram acusados, assim como a empresa Rentlei – Automóveis e Turismo SA.

Por Cláudia Rosenbusch e Patrícia Pires (dossier por Catarina Pereira)