TVI24

NOS Primavera Sound

1
A música está de volta ao Parque da Cidade

A música está de volta ao Parque da Cidade

O NOS Primavera Sound vai regressar ao Parque da Cidade do Porto, de 8 a 10 de junho. Esta é já a sexta edição do festival "irmão" do Primavera Sound que se realiza há 16 anos em Barcelona. 

Vão passar pelo Porto quase 50 artistas, com destaque para Bon Iver, Aphex Twin, Justice e Metronomy, numa edição que traz muitas novidades. 

É certo que o cenário verde, com o mar ali tão perto, é único no país, mas o maior trunfo do festival é mesmo o cartaz. Uma seleção que se distingue por ser eclética e diversificada, juntando, no mesmo evento, nomes consagrados e projetos emergentes no panorama da música mais alternativa. 

 

2

O cartaz

3
Terceiro dia de NOS Primavera Sound

A dificuldade em arrancar

4

Durante os primeiros anos do festival, a organização lutou com ambição para assegurar que este era um projeto com possibilidades, que poderia tornar-se um grande festival no Porto.

“Tínhamos perfeita noção que apesar das coisas não correrem como nós queríamos, nomeadamente a nível financeiro, que tínhamos um diamante por lapidar nas mãos e que o futuro nos iria dar razão. Sabíamos o potencial todo que a marca tinha a nível mundial e sabíamos que o Porto se ia afirmar”, contou José Barreiro, diretor do festival, à TVI24.

O NOS Primavera Sound chegou ao Porto em 2012, ano em que pisaram o palco o The Weekend, “que agora são enormes a nível mundial”, os The Flaming Lips e os The XX, por exemplo. Apostas da organização que deram frutos: logo em 2013 o público cresceu em 10 mil pessoas, ano em que o grande destaque eram os Blur, “que há oito anos que não tocavam juntos”.

No entanto, havia duas questões que estavam a condicionar parte do crescimento: grande parte do público era estrangeiro e o mau tempo, que teimava em atingir pelo menos um dos dias do festival.

“As pessoas perceberam o lado visual forte deste festival, a beleza do Parque da Cidade, mas havia sempre alguma coisa que não era perfeita. Tivermos azar nas duas primeiras edições por causa da chuva. A partir de 2014 começou toda uma nova realidade do festival, uma afirmação. Para além de continuarmos a ter uma grande percentagem de estrangeiros, os portugueses começaram a responder em muito maior número. [A partir de] 2014 surge o festival que temos hoje em dia”, acrescentou.

O NPS continuou a trajetória ascendente: em 2016 passaram pelo Parque da Cidade cerca de 83 mil pessoas, este ano são esperadas 90 mil.

5
NOS Primavera Sound

"Não voltámos a cair no mesmo erro."

José Barreiro | diretor do festival 

6

Quando a chuva adiou um concerto

O sucesso do NOS Primavera Sound não foi conquistado sem alguns imprevistos. Logo em 2012, a estreia dos norte-americanos Death Cab for Cutie em Portugal acabou por ser adiada devido ao mau tempo, como contou o diretor do festival, José Barreiro.

"Logo na primeira edição, tivemos o cancelamento do concerto dos Death Cab for Cutie. Nós preparámos os palcos para um festival de verão, bastante abertos e a privilegiar o cenário: queríamos que se pudesse ver o lago que fica atrás do palco principal. Pensámos que seria fácil cobrir o palco em caso de chuva, sem colocar em causa a realização dos concertos."

"Pensámos que a alteração demorava meia hora, mas demorou duas e acabámos por cancelar o espetáculo. Não voltámos a cair no mesmo erro”.

7
Recinto NOS Primavera Sound 2017

O recinto

1 - Palco ATP

2 - Palco Super Bock

3 - Palco NOS

4 - Palco Picthfork

5 - Entrada

8

Como chegar

Os Transportes Públicos do Porto associaram-se ao evento para garantir um acesso eficaz ao Parque da Cidade.

A STCP vai reforçar a oferta nas linhas regulares de autocarros que servem a zona envolvente do Parque da Cidade: são as carreiras 200, 203, 205, 500, 501, 502, 1M.

Também haverá um serviço especial noturno que irá fazer a ligação direta entre a Praça Cidade Salvador (junto ao Parque da Cidade) e a Avenida dos Aliados entre a 01:00 e as 05:00. 

O Metro do Porto pode ser outra opção para chegar ao recinto. A Linha Azul funciona todos os dias entre as 06:00 e a 01:00. Para chegar ao Parque da Cidade tem de seguir no sentido Senhor Matosinhos, sendo que a saída de referência é Matosinhos Sul.

No interior do recinto haverá uma Loja Andante de atendimento e venda de títulos de transporte para autocarros, metro e comboios urbanos, a funcionar entre as 18:00 e as 02:00.

Este ano, a plataforma de transportes Uber associou-se ao festival e haverá uma zona dedicada aos utilizadores da aplicação dentro do recinto para dar o apoio necessário à chegada e, especialmente, à saída do Parque da Cidade.

E, claro está, poderá sempre optar por levar o seu automóvel. Estacionar perto do Parque da Cidade será sempre mais complicado para quem chegar ao final do dia. Ainda assim, e comparativamente com o que acontece noutros festivais, arriscamos dizer que não será tarefa impossível.

9
38 FOTOS

Para recordar

As imagens do festival que decorreu de 8 a 10 de junho de 2016, no Porto
10

As novidades desta edição

O NOS Primavera Sound é um festival verde e não é só por causa da paisagem do Parque da Cidade do Porto. As medidas ecológicas que tem introduzido edição após edição têm feito a diferença. 

No ano passado, a grande novidade foi a introdução dos copos reutilizáveis. Cada copo custa dois euros e este é substituído por um novo na aquisição de uma nova bebida. No final da noite, pode entregar o copo e o valor é-lhe reembolsado. 

Este ano, a organização vai mais longe, introduzindo embalagens biodegradáveis, com vista a reduzir o uso de papel, e distribuindo cinzeiros portáveis para combater as beatas dos cigarros.

Mas as novidades não se ficam por aqui. Haverá um "bar" de powerbanks no recinto onde pode alugar uma destas baterias móveis, mediante o pagamento de uma caução. Se entregar a bateria no final, a caução é-lhe devolvida.

Também haverá uma zona wifi dentro do recinto para que possa desfrutar do acesso à Internet sem restrições.

11
Terceiro dia de NOS Primavera Sound

Dicas para aproveitar o festival

12

1. Não pode entrar com comida

É proibido levar comida e bebidas para o interior do recinto. O festival dispõe de uma zona de restauração para poder fazer refeições e vários bares espalhados pelo parque. 

2. Leve uma manta e desfrute do anfiteatro natural

O Parque da Cidade do Porto é um anfiteatro natural único. Coberto de relva e com declives suaves, é ideal para quem prefere aproveitar um concerto longe da confusão das primeiras filas. Pode sentar-se ou até mesmo deitar-se nas zonas mais afastadas dos palcos. E se gosta de assistir aos concertos junto ao palco,vai-lhe saber bem repôr energias nos intervalos das atuações. A organização costuma oferecer umas mantas ao xadrez que já se tornaram um símbolo do festival, mas, como estas costumam desaparecer rapidamente, não corra riscos e leve uma de casa. 

3. Vá com os miúdos

O festival tem um espaço preparado para os mais pequenos, onde há uma série de atividades infantis a decorrer durante os três dias, normalmente até ao cair da noite. Esta zona está equipada com uma tenda fraldário, uma tenda garagem, onde poderão ser guardados os carrinhos dos bebés, e uma tenda cozinha, onde poderão ser preparadas refeições. Além disso, a organização disponibiliza auscultadores de proteção para os mais pequenos.

4. Passeie pelo "melhor destino europeu de 2017"

A cidade do Porto foi considerada o melhor destino europeu de 2017 pelo site "European Best Destinations". Ir ao NOS Primavera Sound é uma excelente oportunidade para descobrir, ou redescobrir, os encantos da invicta antes dos concertos. Vá até à ribeira e passeie junto ao Douro, aproveitando as esplanadas e o cenário pitoresco do local, visite a Lello, considerada uma das livrarias mais belas do mundo, e não deixe de passar junto à Torre dos Clérigos, um dos mais antigos símbolos da cidade, e junto à Casa da Música, que espelha o lado mais contemporâneo da arquitetura da cidade. 

5. Leve um agasalho para o recinto

O sol deverá brilhar e as temperaturas deverão ser amenas durante os dias do festival, segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera. São boas notícias, mas atenção, não se deixe enganar: nesta altura do ano, as noites em Matosinhos pedem sempre um agasalho.

4. Descarregue a aplicação

Faça download da aplicação do NOS Primavera Sound e tenha acesso direto aos horários e à distribuição dos concertos por palco. Como o recinto tem uma zona wi-fi, mesmo que não tenha dados móveis, pode aceder facilmente a informações úteis durante os dias do festival.  

13
Terceiro dia de NOS Primavera Sound

Os concertos que não pode (mesmo) perder

14

1. Aphex Twin

Richard David James ou Aphex Twin é uma "lenda" viva da música eletrónica. O britânico é um dos mais influentes compositores contemporâneos, tendo inspirado bandas como Radiohead ou Daft Punk. O que tem de talentoso também tem de enigmático e a combinação destes fatores transformou-o numa figura de culto. A única vez que passou por Portugal foi no princípio dos anos 2000. O seu último trabalho é um EP chamado Cheetah, mas uma atuação de Aphex Twin é sempre impossível de antecipar. Uma coisa é certa: é um dos concertos imperdíveis desta sexta edição. 

2. Justice

E já que falamos de eletrónica, que se acuse quem nunca dançou ao som de D.A.N.C.E, dos Justice. A dupla francesa está de regresso ao nosso país, desta vez à cidade do Porto, com a eletrónica pop e vibrante que invade pistas de dança em todo o mundo. Com o último trabalho, Woman, de 2016, os Justice prometem pôr toda a gente a dançar.

3. Flying Lotus

Ainda no terreno da eletrónica, Steven Ellison ou FLying Lotus é um dos nomes que também não pode perder. Ele que é um artista de várias facetas - músico, produtor, rapper, DJ e cineasta (a sua primeira longa-metragem deverá chegar às salas de cinema este verão) - é considerado uma das figuras mais relevantes da eletrónica experimental da atualidade. O seu último trabalho, You're Dead!, de 2014, contou com a participação de vários ilustres convidados como Kendrick Lamar, Snoop Dogg e Herbie Hancock.

4. Bon Iver

Depois do álbum Bon Iver, Bon Iver (2011), a banda de Justin Vernon esteve cinco anos afastada do estúdio. O regresso aconteceu no ano passado com o disco 22, A Million, que será apresentado pela primeira vez aos fãs portugueses no NOS Primavera Sound. Um disco que é diferente dos anteriores. As canções folk revestiram-se de texturas eletrónicas e ganharam uma sonoridade mais experimental. 

5. Cigarrettes After Sex

Os Cigarrettes After Sex vão lançar o primeiro álbum de estúdio apenas um dia depois de atuarem no NOS Primavera Sound, a 9 de junho. Pode-se, assim, dizer que o Parque da Cidade do Porto será um belo cenário de apresentação do primeiro disco. O grupo, que até agora só lançou um EP, em 2012, tem uma sonoridade dream pop e promete embalar o festival com canções calmas e melancólicas.

15
Terceiro dia de NOS Primavera Sound

Doze músicas que tem de ouvir antes do festival

16

Recolhemos algumas músicas das principais bandas que vão atuar na edição deste ano.

Antes de ir para o festival, ouça a nossa playlist e prepara-se para o que aí vem:

17

Quando Kendrick Lamar pediu um carro

O diretor do NOS Primavera Sound recordou, em entrevista à TVI24, um momento caricato que aconteceu durante a edição de 2014. À chegada ao Porto, o rapper norte-americano Kendrick Lamar fez um pedido “diferente”.

“Em 2014, o Kendrick Lamar, na altura ainda uma jovem esperança do hip-hop e rap, chegou ao Porto e soube que por cá se realizavam umas corridas, o Circuito da Boavista, então pediu-nos um carro para ir competir (risos). Pensava que era um circuito fechado. Não sabia em que cidade estava, em que país estava, e achou que podia andar a grandes velocidades pelas ruas do Porto”, contou José Barreiro.

18

Passes para os três dias do NOS Primavera Sound esgotados

Está tudo preparado para o início do festival

19

Algumas curiosidades sobre as bandas

1. Os Shellac estiveram em todas as cinco edições do NOS Primavera Sound, desde 2012. A banda norte-americana liderada por Steve Albini é embaixadora da marca Primavera Sound. O grupo tornou-se uma presença habitual no festival de Barcelona e este hábito acabou por se estender à cidade do Porto.

2. Em dois concertos que deu na discoteca Lux, em Lisboa, Nicolas Jaar chamou ao palco vozes bem conhecidas do público português. Em 2011, foi a fadista Carminho, que deu a voz a "Fado nas Horas", e um ano depois, em 2012, foi Gisela João, que interpretou "Vampiros", de Zeca Afonso. Terá Nicolas Jaar um novo convidado na manga para este concerto no Porto?

3. Os Bon Iver, um dos nomes fortes deste cartaz do NOS Primavera Sound, terão “ajudado” Brad Pitt a ultrapassar o divórcio com Angelina Jolie. Não acredita? Foi o próprio ator de Hollywood que divulgou a lista de canções tristes que andou a ouvir após a separação. Uma lista onde constam músicas dos Bon Inver. Justin Vernon reagiu à notícia no Twitter, perguntando, com humor, se alguém poderia levar o ator até si.

20
NOS Primavera Sound

De olhos postos no futuro

21

Com a edição deste ano prestes a começar, a direção do festival já trabalha na próxima. Confirmações nesta altura ainda não há, mas já se discutem alguns nomes.

“Cada vez se trabalha mais cedo nesta área, já estamos a trabalhar na edição de 2018. Já começam a aparecer os primeiros nomes, as primeiras possibilidades”, afirmou José Barreiro.

Além das bandas, outra das preocupações da organização é oferecer boas condições no Parque da Cidade, mantendo a “elegância” das primeiras edições, mesmo com o aumento do número de espectadores.

“Fazemos uma avaliação sobre o que correu bem e menos bem. Temos que vivenciar, para corrigir no ano seguinte. Mas tem sido um festival que tem mantido a sua elegância, mesmo com o aumento do número de espectadores. No ano passado tivemos 83 mil pessoas, este vamos ter perto de 90 mil, mas sem perder a qualidade.”  

22

"É uma honra poder abrir um cartaz tão especial"

Samuel Úria foi o primeiro a tocar no NOS Primavera Sound, que está a decorrer no Parque da Cidade, no Porto, e que a TVI24 está a acompanhar em direto

23

A "honra" de estar no NOS Primavera Sound

Milhares de festivaleiros entraram cedo, esta quinta-feira à tarde, no Festival Nos Primavera Sound. Samuel Úria foi o primeiro a tocar. A TVI24 está a acompanhar em direto este festival que se vive no Porto

24
24 FOTOS

Foi assim o 1º dia do NOS Primavera Sound 2017

O NOS Primavera Sound voltou ao Parque da Cidade do Porto para celebrar a música e estas são algumas das melhores imagens deste primeiro dia. Cigarrettes After Sex, Miguel, Run The Jewels, Justice e os portugueses Samuel Úria e Rodrigo Leão, este com Scott Matthew, foram alguns dos nomes sonantes que atraíram milhares ao festival.
25

NOS Primavera Sound: os primeiros balanços e as próximas expectativas

A jornalista Maria Inês Pedroso falou com os festivaleiros, enquanto aguardavam na fila para a coroa florida