Abusos da polícia portuguesa e dos guardas-prisionais, más condições nas cadeias, violência contra mulheres e crianças e o tráfico de mão-de-obra e de mulheres continuam a ser os principais problemas de Direitos Humanos que os EUA apontam a Portugal, escreve a Lusa.

O relatório sobre Direitos Humanos do Departamento de Estado dos Estados Unidos da América (EUA), relativo a 2008, divulgado esta quarta-feira, refere que o Governo português «geralmente respeita os direitos humanos dos cidadãos» mas adianta que «existem problemas em algumas áreas».

A «polícia e os guardas prisionais ocasionalmente batem e abusam dos detidos e as condições das prisões portuguesas continuam pobres», refere o documento.

Por outro lado, a violência contra mulheres e crianças e a discriminação de género continuam a ser um problema «assim como tráfico de pessoas para exploração laboral e sexual».

Segundo o documento há «relatos credíveis» sobre «uso desproporcionado de força pela Polícia bem como maus tratos e outras formas de abuso contra detidos por parte de guardas prisionais».

Contudo, destaca que foram alcançadas algumas melhorias como, por exemplo, uma diminuição da sobrelotação das prisões e um reforço da formação do pessoal das prisões.

Concorda com as críticas apontadas no relatório? Considera que as situações de abusos policiais e as condições nas cadeias melhoraram?