Espero que a votação seja contundente no sentido de mudar a vida do clube para melhor. É importante votar num novo modelo, gestão e esperança para os sportinguistas”, afirmou o empresário angolano.

Álvaro Sobrinho, que marcou presença na Assembleia Geral de destituição, disse ainda que não foram feitos danos irreversíveis durante a crise dos 'leões', mas revelou que desconhece a atual situação financeira do clube.

“Não sei como está a situação financeira atual do Sporting”, disse o sócio ‘leonino’, mas afirmou não acreditar em danos irreversíveis no clube, "porque tudo na vida se pode reverter”.

O presidente da empresa angolana destacou também o número de pessoas presentes, dizendo que isso “é a significativa necessidade que as pessoas têm de assumir um Sporting diferente”.

Sobrinho disse ainda esperar um Sporting forte e fiável na próxima época, apelando para que a votação seja feita de forma cívica e em massa.