«Tendo em conta a estrutura amadora da FPF, as coisas correram muito bem a Portugal»: a manchete que Queiroz desmente

Seleccionador aponta o dedo a Gilberto Madaíl

Por: Redacção / CM    |   9 de Julho de 2010 às 00:23
«Tendo em conta a estrutura amadora da FPF, as coisas correram muito bem a Portugal.» A frase é do seleccionador Carlos Queiroz e faz a manchete desta sexta-feira do «Sol».

Em entrevista ao semanário, Carlos Queiroz aponta o dedo a Gilberto Madaíl e revela que só depois das férias decide se mantém a sua equipa técnica.

Actualização: Carlos Queiroz, em declarações à Antena 1 e ao site da FPF, desmente a notícia e diz que as suas declarações foram deturpadas. «Desonestidade, uma vigarice, execrável, de uma baixeza que não tem limites», foi nestes termos que o seleccionador reagiu.

Queiroz desmente semanário Sol

Maisfutebol tentou, entretanto, contactar José António Lima, da direcção do «Sol», bem como o autor da entrevista, mas sem sucesso. Entretanto, o jornalista visado reafirmou, à Antena 1, as declarações de Queiroz e disse ter na sua posse a gravação da conversa.
Partilhar
EM BAIXO: Carlos Queiroz
Carlos Queiroz

COMENTÁRIOS

PUB
Banco de Portugal põe nas mãos da Justiça mostrar contas do BES à PT

Supervisor da banca alega «dever de segredo» para não revelar a «extensa informação» pedida pela PT SGPS sobre a supervisão do Banco Espírito Santo e diz que só por ordem judicial o poderá fazer. Empresa pretende «obter integral ressarcimento dos danos que lhe foram provocados pelo seu intermediário financeiro BES» e, por isso, ameaçou levar Banco de Portugal a tribunal