«Tendo em conta a estrutura amadora da FPF, as coisas correram muito bem a Portugal»: a manchete que Queiroz desmente

Seleccionador aponta o dedo a Gilberto Madaíl

Por: Redacção / CM    |   9 de Julho de 2010 às 00:23
«Tendo em conta a estrutura amadora da FPF, as coisas correram muito bem a Portugal.» A frase é do seleccionador Carlos Queiroz e faz a manchete desta sexta-feira do «Sol».

Em entrevista ao semanário, Carlos Queiroz aponta o dedo a Gilberto Madaíl e revela que só depois das férias decide se mantém a sua equipa técnica.

Actualização: Carlos Queiroz, em declarações à Antena 1 e ao site da FPF, desmente a notícia e diz que as suas declarações foram deturpadas. «Desonestidade, uma vigarice, execrável, de uma baixeza que não tem limites», foi nestes termos que o seleccionador reagiu.

Queiroz desmente semanário Sol

Maisfutebol tentou, entretanto, contactar José António Lima, da direcção do «Sol», bem como o autor da entrevista, mas sem sucesso. Entretanto, o jornalista visado reafirmou, à Antena 1, as declarações de Queiroz e disse ter na sua posse a gravação da conversa.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Carlos Queiroz
Carlos Queiroz

COMENTÁRIOS

PUB
Auditoria forense do Banco de Portugal revela que Salgado praticou atos de gestão ruinosa

Notícia avançada pelo Jornal de Negócios dá conta de que o antigo presidente executivo do BES desobedeceu pelo menos 21 vezes ao Banco de Portugal entre Dezembro de 2013 e Julho de 2014. Auditoria revela ainda que administração de Ricardo Salgado concedeu financiamentos violando as regras. No total, são 30 as infrações encontradas durante a auditoria