Começou a contagem decrescente para a estreia da Nissan no campeonato totalmente elétrico de Fórmula E ABB da FIA. A  Nissan vai  tornar-se na primeira marca automóvel japonesa a competir no campeonato automóvel totalmente elétrico FIA Fórmula E que vai começar no final de 2018.

A fabricante do automóvel elétrico mais vendido no mundo – o Nissan LEAF – está a aproveitar o campeonato totalmente elétrico para apresentar a sua estratégia de Mobilidade Inteligente da Nissan. A eletrificação é um pilar chave desta estratégia, que busca transformar a forma como os automóveis são conduzidos, alimentados e integrados na sociedade. A Nissan estabeleceu como objetivo vender 1 milhão de veículos eletrificados por ano até ao ano fiscal de 2022, incluindo veículos elétricos puros e modelos e-POWER.

A Nissan anunciou a sua entrada para nesta competição no Salão Automóvel de Tóquio do ano passado e revelou a decoração do seu Fórmula E no certame de Genebra, em março deste ano.

«O calendário de provas, agora anunciado, visita mercados nos quais os automóveis elétricos se encaixam idealmente na condução urbana», afirmou Michael Carcamo, Diretor da Nissan Global Motorsport. «E é isso que a Fórmula E tem de melhor, podemos correr nas mesmas estradas onde o Nissan LEAF pode ser conduzido diariamente. A Fórmula E leva a ação até às pessoas, em vez de acontecer em pistas que muitas vezes estão a quilómetros de distância».

Para além da introdução dos novíssimos automóveis de Fórmula E de 2.ª geração, a próxima temporada incluirá um novo formato de provas, deixando de existir a troca de carros a meio da prova, que era uma característica das primeira temporadas a competição. Os condutores terão à sua disposição 200kW de potência para toda a corrida, mas serão capazes de aceder a 225kW em determinados períodos da corrida ao passarem através de uma única zona de ativação. Esta zona estará assinalada no circuito para os fãs que sigam a competição no local, online ou na TV.

Os dois modos de potência serão indicados utilizando distintas cores num inovador sistema LED nos dispositivos "halo" de proteção da cabeça dos pilotos. Além disso, o sistema FANBOOST permitirá que os fãs votem no seu piloto favorito, com os três mais votados a receberem uma utilização de 250kW de potência por breves períodos.

Para a 5.ª temporada do campeonato de Fórmula E, todas as provas terão uma duração definida de 45 minutos mais 1 volta, em vez de um número predeterminado de voltas.