O advogado que já defendeu Rui Pinto esteve esta quinta-feira à noite na 21ª Hora na TVI24, onde se mostrou surpreendido por  jovem de 29 anos, supostamente radicado na Hungria, surgir agora como pirata informático  suspeito de ter roubado emails ao Benfica.

Fui advogado do Rui Pinto. Veio procurar os meus serviços na âmbito de um processo judicial. Conseguiu que fosse resolvido extra-judicialmente. Descrevo-o como um jovem absolutamente vulgar", afirmou Aníbal Pinto, acrescentando que, sobre alegadas habilidades informáticas do jovem, "eu não as conheço! A serem verdade, fico estupefacto".

Rui Pinto, o pirata informático que alegadamente roubou emails ao Benfica,ç está na mira da justiça portuguesa desde 2015. Terá também sido ele o alegado autor do roubo de informação ao Sporting, ao FC Porto e ao fundo Doyen Investment Sports.

Rui Pinto, agora com 29 anos, já foi defendido pelo advogado Aníbal Pinto quando, aos 23 anos, terá feito um desfalque de 270 mil euros a um banco das ilhas caimão. Mas Aníbal Pinto também representou o hacker quando este alegadamente quis extorquir dinheiro à Doyen.

Quando patrocinei o Rui Pinto, o que havia eram alegadas atitudes dele. Como não houve julgamento, não sei se era verdade o que lhe era imputado", afirmou Aníbal Pinto.

O advogado, que se assumiu como adepto do FC Porto, acrescentou ainda não saber "de que clube é o Rui Pinto. Não sei se foi ele, não faço a mínima ideia se ele tem motivações clubísticas".

"Judiciária saberá encontrá-lo"

Apesar de assumir ter ficado com uma simpatia por Rui Pinto - "espero que nenhum mal lhe aconteça" - o advogado considera que, havendo indícios fortes sobre o jovem, "não será difícil apanhá-lo, para ser extraditado. Se foi o Rui Pinto, acho que a Polícia Judiciária saberá encontrá-lo".

Na 21.ª Hora da TVI24, o advogado esclareceu ainda que a moldura penal para "qualquee pessoas que aceda a informação confidencial vai até aos cinco anos", podendo ter uma pena até um ano, quando aceda, sem obter dados confidenciais.