Lewis Hamilton é o campeão do mundo de Fórmula de 2017.

O inglês da Mercedes ficou no nono lugar no GP México e assegurou uma vantagem de 56 pontos sobre Sebastian Vettel quando faltam duas corridas para o final do campeonato (num máximo de 50 pontos).

O alemão quedou-se pelo quarto lugar no Autódromo Hermanos Rodríguez numa corrida que começou a ganhar o seu rumo decisivo logo na primeira volta.

Lewis Hamilton é tetracampeão aos 32 anos ( 2008, 2014, 2015 e 2017) e junta-se a Alain Prost e Vettel no grupo de pilotos que já tinham ganho quatro campeonatos na F1. Juan Manuel Fangio tem cinco títulos e Michael Schumacher tem sete.

E depois do título garantido sem sequer ir ao pódio no México, também houve uma corrida, claro está.

Max Verstappen venceu a sua segunda prova da temporada saindo do segundo lugar da grelha de partida para uma liderança que nunca mais deixou que fosse contestada a partir das primeiras curvas

O holandês deixou, sim, atrás de si os estragos entre os pilotos que lutavam pelo mundial e foi, muito provavelmente, nessas primeiras curvas que tudo se decidiu neste domingo – não só a corrida como o título.

Sebastian Vettel partiu da pole-position, mas um forte ataque de Verstappen ao primeiro lugar saindo também da primeira fila da grelha deixou o Red Bull na frente e o alemão e Hamilton no final do pelotão.

Vettel foi ultrapassado pelo holandês e Verstappen manteve a posição de líder na resposta do Ferrari, que deu um primeiro toque com a asa dianteira no Red Bull. Hamilton atacou a posição do alemão e ficou à frente de Vettel, que não evitou novo toque, agora no Mercedes. Vettel ficou com asa ainda mais estragada. O inglês ficou com um furo.

Ambos tiveram de ir às boxes passando para a cauda de um pelotão que tinha tido vários pilotos remetidos para o final da grelha de partida devido a penalizações.

Hamilton demorou a recuperar posições, enquanto Vettel se foi aproximando dos pontos. O inglês foi inclusivamente dobrado por Max Verstappen à 22.ª volta. Mas eram de facto duas corridas que estavam a decorrer.

Em direção à bandeira de xadrez, Verstappen nunca permitiu que o Mercedes de Valtteri Bottas de pudesse aproximar. E Kimi Raikkonen também ficou isolado no terceiro lugar – a tal ponto que Vettel nem se aproximou... A corrida do alemão era outra e Hamilton ganhou-a com o pior resultado da temporada.

Classificação do Mundial de Pilotos:

1. Lewis Hamilton (Mercedes), 333 pontos

2. Sebastian Vettel (Ferrari), 277

3. Valtteri Bottas (Mercedes), 262

4. Daniel Ricciardo (Red Bull), 192

5. Kimi Raikkonen (Ferrari), 178

6. Max Verstappen (Red Bull), 148

(...)