Miguel Oliveira venceu neste domingo o GP da Austrália de Moto2. Esta foi a primeira vitória do piloto português na categoria intermédia e foi obtida de forma imperial com a liderança da corrida do princípio ao fim.

A história da prova foi a história do triunfo em português pela primeira vez.

Miguel Oliveira partiu da primeira linha da grelha de partida. Mas partiu como uma bala. O piloto da KTM Ajo saiu para a frente da Corrida com o seu companheiro de equipa, Brad Binder, e Franco Morbidelli atrás.

Com um quarto de corrida decorrido, Oliveira começou a destacar-se dos dois pilotos que mantiveram uma cessa luta pelo segundo lugar. Quanto mais o português conseguia fugir, mais aquela luta aumentava – com Takaaki Nakagami a juntar-se à batalha pelo pódio.

Oliveira chegou a ter seis segundos e vantagem e acabou por afrouxar a mão quando a chuva ameaçou ter uma palavra a dizer em, Phillip Island. Nakagami também quis ter algo a dizer, mas acabou por despistar-se e o esboço de ameaça ao piloto português não passou disso.

Miguel Oliveira seguiu de forma tranquila para o seu primeiro triunfo no Moto2, enquanto Binder assegurou a dobradinha para a KTM Ajo. Morbidelli foi terceiro.

A primeira vitória de Miguel Oliveira no Moto2 foi a segunda na Austrália e a sétima na carreira depois de seis no Moto3. Mas foi também o carimbar do regresso ao terceiro lugar do Mundial com mais um ponto do que Álex Marquez.

Morbidelli fechou o pódio em Phillip Island e aumentou a vantagem na liderança sobre Thomas Luthi, que não foi além do décimo lugar.

E, no final, ouviu-se o hino português!

Mundial de Moto2:

1. Franco Morbidelli, 272 pontos

2. Thomas Luthi, 243

3. Miguel Oliveira, 191

4. Álex Márquez, 190

(...)

Miguel Oliveira vence na Austrália: “Foi a corrida mas longa da minha vida”