Cristiano Ronaldo deixa o estágio da seleção na Rússia e não vai participar no jogo de apuramento do terceiro lugar da Taça das Confederações, já que a Federação Portuguesa de Futebol decidiu dispensá-lo do último jogo da competição para que possa regressar a casa de forma a conhecer os filhos, gémeos, que nasceram, há dias, antes do torneio começar.

O jogador confirmou, nas redes sociais, o nascimento dos dois filhos, afirmando ter estado com a Seleção de "corpo e alma". Já a Federação, emitiu um comunicado, dando conta da dispensa.

O presidente da FPF e o seleccionador nacional foram informados antes da Taça das Confederações pelo capitão da selecção nacional, Cristiano Ronaldo, que este tinha sido pai", diz o comunicado da Federação.

O atleta, apesar do nascimento dos filhos, fez questão de ficar ao serviço da selecção nacional, num gesto que devemos sublinhar e enaltecer. O presidente da FPF e o seleccionador nacional entendem que, na impossibilidade de chegar ao objectivo de vencer a Taça das Confederações, devem libertar o atleta para que este possa, finalmente, ir conhecer os seus filhos", diz o mesmo comunicado da FPF.

Através do Facebook, o capitão da seleção portuguesa fez questão de agradecer à Federação, o facto de ter sido dispensado da seleção para poder voltar a Madrid.

O Presidente da Federação Portuguesa de Futebol e o Selecionador Nacional tiveram hoje uma atitude que me sensibilizou e que não esquecerei. Estou muito feliz por poder, finalmente, estar com os meus filhos pela primeira vez", escreveu Cristiano Ronaldo.

A dispensa de Cristiano Ronaldo da seleção acontece poucas horas depois de Portugal ter falhado a presença na final da Taça das Confederações, ao perder com o Chile no desempate por grandes penalidades (3-0), após o nulo que registou no tempo regulamentar e no prolongamento, em Kazan, na Rússia. 

Com a dispensa, o capitão da seleção nacional já não viajará com o resto da comitiva para Moscovo, onde Portugal vai disputar no domingo o jogo de atribuição dos terceiro e quarto lugares.