“Receio que não renovar com Jorge Jesus seja um erro histórico. Por muito que agora se venha dizer o contrário, o Benfica não estava verdadeiramente interessado em renovar com Jesus.”

Ricardo Araújo Pereira comparou esta com a saída de João Vieira Pinto do Benfica, tendo depois assinado pelo Sporting.

 

“Na altura também chamamos traidor ao JVP e hoje sabemos foi empurrado para fora do Benfica. Passa-se exatamente o mesmo com Jorge Jesus.”

Sobre a aposta do Benfica na formação, o humorista sublinhou que “não se ganha campeonatos com uma equipa de jovens”.

 

“O Sporting formou dois bolas de ouro, mas em 33 anos ganhou tantos campeonatos como o Benfica em dois.”

Ricardo Araújo Pereira acrescentou que o presidente benfiquista “está interessado em mostrar que a estrutura ganha campeonatos sozinha e que é indiferente o treinador”. “Mas receio que não seja verdade”, disse.

Sobre a dependência do Benfica de Jesus, o humorista confessou que “estava a gostar do sequestro” e concluiu:

 

“Se o Benfica tivesse demonstrado interesse em renovar, Jorge Jesus estaria no Benfica.”