A edição de 2018 da Meia Maratona de Lisboa, prevista para este domingo não vai ter a habitual partida na Ponte 25 de Abril, mas sim no eixo Norte-Sul, em Sete Rios, perto do Jardim Zoológico.

A TVI24 confirmou junto da organização que a mesma optou por acionar o chamado "plano B", dadas as previsões de mau tempo para o fim de semana.

A alteração já tinha sido admitida como provável pela organização da prova, na sexta-feira e foi agora confirmada.

Devido às condições climatéricas, o Conselho de Segurança, que reúne as entidades responsáveis pela gestão da ponte 25 de Abril, considera que não estão reunidas as condições para que a partida das provas EDP Meia Maratona de Lisboa e Mini Maratona Vodafone seja feita a partir da Ponte 25 de Abril", lê-se em comunicado da organização, que mantém a hora de partida às 10:30.

Pela primeira vez, em 28 edições, somos obrigados a acionar o plano B. Estamos conscientes de que a mudança do local da partida é uma notícia triste, principalmente para os participantes, mas é precisamente para garantir a segurança dos mesmos que Conselho de Segurança e parceiros envolvidos na organização tomam esta decisão que está prevista no regulamento", acrescenta a nota.

Os participantes desta meia maratona de Lisboa, que atingiu 35.000 inscritos (seis mil dos quais estrangeiros), percorrerão parte do eixo Norte-Sul em direção à Ponte 25 de Abril até à saída para Alcântara, seguindo depois pelo trajeto previsto na zona ribeirinha de Lisboa.

A prova de elite não será afetada por qualquer alteração, pois tem local de partida em Algés, no concelho de Oeiras.

A corrida apresenta como grande referência o eritreu Zersenay Tadese, vencedor da prova em 2010 – com um recorde do mundo de 58.23 minutos, que ainda se mantém -, 2011 e 2012.