Bruno de Carvalho editou o post que fez no Facebook este domingo e retirou a parte em que afirmava que ia impugnar a Assembleia-Geral do Sporting.

O presidente destituído tinha escrito que iria impugnar a Assembleia-Geral, mas recua nessa intenção, mantendo apenas a vontade de ir a eleições no dia 8 de setembro.

No passado sábado, os sócios do Sporting destituiram Bruno de Carvalho, com 71% dos votos a favor da destituição e apenas 29% contra.

Fernando Correia diz que Bruno de Carvalho está à espera de Sousa Cintra

O porta-voz da SAD do Sporting, Fernando Correia, disse que o presidente da SAD, Bruno de Carvalho, está à espera de Sousa Cintra, para “trocarem impressões e cumprir os formalismos necessários” à passagem da pasta.

Ao início da tarde, Correia afirmou que Sousa Cintra ainda não se tinha apresentado no Estádio José Alvalade, em Lisboa, e que Bruno de Carvalho, destituído no sábado de presidente do clube, mas que reitera ser ainda o presidente da SAD, espera para reunir-se com Sousa Cintra, nomeado pela Comissão de Gestão para lhe suceder na sociedade que gere o futebol profissional dos 'leões'.

O próprio presidente do Conselho de Administração da SAD [Bruno de Carvalho] enviou duas mensagens a Sousa Cintra dizendo que estava à espera dele na SAD a fim de trocarem impressões e de ele ocupar o lugar para que foi designado, e cumprir os formalismos necessários”, afirmou Fernando Correia.

A reunião, frisou, visa pôr Sousa Cintra a par de “dossiers e serve para cumprir alguns formalismos, até de caráter informativo, e outras coisas que possam ter a ver com a assinatura de documentação”.

Segundo o assessor, clube e SAD “são coisas distintas”, uma vez que o primeiro é o principal acionista do segundo, e Bruno de Carvalho considera que será “ainda presidente do Conselho de Administração da SAD até que se realize uma Assembleia Geral” de acionistas que “resolva o assunto, ao reconduzi-lo ou destituí-lo”.

Bruno de Carvalho está nas instalações da SAD à espera de Sousa Cintra, apenas para que ele tome o lugar para que foi designado pela Comissão de Gestão”, acrescentou Fernando Correia, que explicou que há a intenção de “passar o testemunho”.

Questionado sobre uma possível mudança de ideias de Bruno de Carvalho, que no domingo tinha dito, à TSF, que se ia manter como presidente da SAD, Fernando Correia explicou que “é o que se pode concluir”.

“Ontem foi um dia, hoje é outro. As pessoas devem pensar, amadurecer, e se tiverem alguma coisa para retificar, devem retificar”, atirou.