O campeão paralímpico Abdellatif Baka explicou porque é que conseguiu correr mais rápido do que o campeão olímpico Matthew Centrowitz na final dos 1500 metros.

Depois de ter afirmado aos jornais internacionais que esperava que a corrida dos 1500 metros fosse uma final rápida, o atleta admitiu que o facto de não ver os seus rivais fez com que corresse mais depressa.

Habituado a correr atrás de outro atleta para aumentar o ritmo da passada, Baka acabou por conseguir ser mais rápido do habitual durante a final de T13 enquanto lutava para ver onde se encontravam os outros atletas.

Na verdade, eu estava preparado para uma corrida rápida. Pensei que se ninguém acelerasse de início alguém o faria lá para o meio. No entanto, o melhor é estar preparado para vários cenários: foi assim que lidei com a situação", revelou o atleta, de 22 anos, que treinou com o irmão gémeo, Fouad, para a prova onde ambos competiram.

O atleta paralímpico Abdellatif Baka, da Argélia, terminou a prova em 3:48:29, contra os 3:50.00 de Matthew Centrowitz nos Olímpicos. Já Tamiru Demisse, da Etiópia, passou a meta aos 3:48.49, e Henry Kirwa, do Quénia, aos 3:49.59. Até Fouad Baka, que chegou em quarto lugar, foi mais rápido que Centrowitz, ao fazer 3:49.84.