Com as equipas a optarem pelo novo composto hipermacio da Pirelli para o GP do principado, a dinâmica da prova pode vir a ser alterada e os tempos por volta podem baixar.

Red Bull, Williams e Renault escolheram 11 jogos de pneus hipermacios de um total de 13, deixando apenas um composto supermacio e outro ultramacio.

Apesar de não terem estado disponíveis para Barcelona, ​​os novos pneus foram testados por vários pilotos nos testes realizados na última terça-feira no circuito de Barcelona-Catalunha.

Os pilotos já fizeram saber que a corrida será mais rápida com estes novos pneus, mas o responsável pela Pirelli na F1, Mario Isola, já fez saber que espera que os hipermacios tenham um resultado surpreendente no Canadá, um circuito mais tradicional.

"Enquanto o macio, o supermacio e o ultramacio estão próximos, o hipermacio é um passo grande. O Mónaco é um circuito único, e por isso não tenho certeza se vamos conseguir ver o verdadeiro potencial deste novo pneu este fim-de-semana. Acredito que no Canadá vamos conseguir tirar todo o potencial deste novo pneu hipermacio”.