Miguel Oliveira registou um inicio discreto do GP de Itália depois de não ter ido além do 11.º lugar da tabela combinada dos dois primeiros treinos livres desta sexta-feira.

O piloto da KTM Ajo até começou bem o dia ao registar o terceiro melhor tempo no TL1, mas da parte da tarde no TL2, com as temperaturas mais elevadas, o piloto português acabou por melhorar o seu tempo, mas não o suficiente para terminar nos lugares da frente.

Miguel Oliveira admitiu no final alguns problemas com os pneus: “Hoje estivemos numa situação semelhante aquela que normalmente temos em corrida. Foi difícil ser rápido com pneus novos e podemos dizer que este é um cenário semelhante ao da qualificação, quando é preciso procurar uma volta rápida. Estamos com dificuldades para gerir a aderência que os pneus e isso não nos dar o máximo. Temos que melhorar, mas tenho total confiança na equipa para conseguirmos encontrar uma solução para sábado”.

Apesar do 11.º tempo no final do dia, o piloto português da KTM Ajo mostrou estar satisfeito com o ritmo em corrida. “O nosso ritmo é bom com pneus usadas, nessa situação somos sempre muito fortes e hoje voltamos a constatar essa situação. A única coisa que temos que fazer é algo que nos permita estar nas linhas da frente da grelha de partida, de forma a não termos que fazer um esforço extra no domingo”.

VEJA TAMBÉM: