Sebastian Vettel terminou o GP de Singapura na terceira posição e mais do que isso ficou a 40 pontos de Lewis Hamilton na luta pelo campeonato.

Vettel até começou bem a corrida ao saltar para a segunda posição e ultrapassando Max Verstappen (Red Bull) que saiu do segundo lugar da grelha, mas ao ver que Hamilton estava a ganhar vantagem na frente da corrida, a Ferrari chamou o piloto alemão para trocar de pneus e apostou em pneus ultramacios.

Quando regressou à pista Vettel ficou atrás de Sergio Pérez, atrapalhando qualquer tentativa de recuperar terreno para o líder da prova e perdendo mesmo o segundo lugar para Max Verstappen pouco depois.

No final da corrida a frustração de Vettel era notória na analise à corrida. “No geral não fomos rápidos este domingo, não tínhamos ritmo na corrida, tentamos ser agressivos no inicio e não deu certo”, admitiu o piloto alemão da Ferrari.

Sebastian Vettel reconhecei ainda que não estava à espera de chegar ao final da corrida com os pneus ultramacios, “não estava muito convencido de que poderíamos chegar ao fim com estes pneus, mas realizar uma segunda paragem não era uma opção porque perdia muito tempo. Por isso a solução foi levar o carro até ao final. Não sei se a estratégia era ficar à frente do Lewis, o que não resultou e foi uma pena termos perdido o segundo lugar. A partir daí, concentrei-me em defender a terceira posição”, acrescentou Vettel.