Os futuros do petróleo seguem esta sexta-feira em queda, devido ao corte nas previsões de procura desta matéria-prima.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) vai reunir-se no domingo em Viena, existindo a possibilidade de o cartel cortar novamente a produção. Desde Setembro passado, a produção foi já cortada 4,2 milhões de barris por dia devido à queda da cotação nos mercados internacionais.

No entanto, esta sexta-feira a OPEP publicou um relatório mostrando que a procura mundial de petróleo está a cair mais depressa do que o esperado, o que pressiona os preços em baixa. A procura mundial poderá cair, de acordo com este documento, 1,01 milhões de barris por dia.

Também esta sexta-feira, a Agência Internacional de Energia (AIE) afirmou que o corte de produção da OPEP reduziria os stocks nos países desenvolvidos, mesmo tendo em conta a queda esperada na procura.

Ao final da tarde, o contrato de Março do crude negociado em Nova Iorque seguia a cair 0,74 dólares para 46,29 dólares por barril, enquanto que o Brent negociado em Londres, com entrega marcada para Abril, perdia 0,88 dólares para 48,32 dólares.