Os líderes parlamentares do PS, PCP, Bloco de Esquerda, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos, e a dirigente do PEV Heloísa Apolónia vão ter reuniões de coordenação "habitualmente" antes das conferências de líderes.

Fonte socialista disse à agência Lusa que este será o principal mecanismo de coordenação política na base do acordo de incidência parlamentar de suporte ao XXI Governo Constitucional liderado pelo secretário-geral do PS, António Costa.

Para além das reuniões que antecederão as conferências de líderes, a deputada do PEV, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares e os presidentes das bancadas Carlos César (PS), Pedro Filipe Soares (Bloco de Esquerda) e João Oliveira (PCP) vão reunir-se extraordinariamente sempre que estiverem em causa assuntos considerados "imprevistos" e de resolução urgente.

Até agora, os contactos têm sido limitados aos líderes das bancadas, mas, a partir de quinta-feira, com a tomada de posse do executivo de António Costa, passa a também estar presente regularmente o secretário de Estado Pedro Nuno Santos.

Já no que toca a questões encaradas como sendo de especialidade, a articulação política será feita pelos dirigentes das diferentes bancadas da respetiva área, assim como pelo membro do Governo com competências de tutela no assunto em análise.