«Tenho sempre ouvido dizer que estamos a cumprir, mas não percebo o quê», afirma Constança Cunha e Sá no comentário diário na TVI24. «No que toca ao mais fácil, aí sim, o Governo tem cumprido e com entusiasmo: aumentou os impostos, diminuiu as pensões, reduziu os salários, cortou nos subsídios e apoios sociais. Aqui temos cumprido e com grande zelo».

«No que toca ao essencial, ao papel do Estado e às reformas estruturais, essa sombra desde o tempo do Bloco Central, vejo aqui um grande vazio», diz a comentadora.

«Cumprimos no que é mais fácil, com os fracos. Não cumprimos com o que é mais difícil, que é com os fortes».