Um grupo de australianos criou um poderoso cartel internacional de tráfico de cocaína e de MDMA (ecstasy), que opera a partir Montenegro, Holanda e Espanha e tem ligações a máfias mexicanas e colombianas, noticia esta segunda-feira a imprensa local.

Uma investigação realizada pelo conglomerado dos ‘media’ News Corps, publicado nos seus diários, incluindo o The Australian, indica que o grupo, liderado por alguns dos criminosos australianos mais procurados, faz entrar a droga pelos portos do país oceânico.

“O crime organizado dos Balcãs é atualmente a maior ameaça para a Austrália. [A máfia] está enraizada e tem influência nas comunidades locais, o que representa um sério desafio”, disse um membro das forças de segurança australianas.