Um ator italiano está em coma depois de uma cena da peça de teatro em que entrava ter corrido da pior forma. Nessa cena, a personagem de Raphael Shumacher é enforcada, mas aquilo que deveria ter sido apenas uma simulação acabou por deixar o ator em estado crítico.

O incidente dramático aconteceu no Teatro Lux, no centro histórico da cidade de Pisa. Raphael Shumacher, de 27 anos, é um dos atores da peça experimental Mirages e a sua personagem morre enforcada numa das cenas.

Mas numa sessão deste fim de semana, quando a personagem de Raphael Shumacher morre, a corda usada à volta do pescoço do ator apertou-o de tal forma que um dos espetadores apercebeu-se da situação e foi em seu auxílio.

O ator foi levado para o hospital e está em coma desde então. Segundo a imprensa local, Raphael Shumacher não está a responder aos cuidados médicos e o seu estado de saúde está a deteriorar-se.

A imprensa dá conta ainda que a polícia já está a investigar o incidente, já tendo interrogado os atores do elenco e alguns membros do público. Os investigadores querem saber se houve alguma falha do teatro no cumprimento das normas de segurança, mas acreditam que se tratou de um acidente.

O The Times refere que para a morte da personagem o ator deveria estar em cima de uma caixa, usando um arnês - uma proteção comum em práticas como a escalada. Só que a caixa foi mudada de lugar e Shumacher não tinha nenhum arnês. 

Já a BBC avança que o próprio ator mudou a cena em causa, pois deveria ter sido usada uma arma em vez de uma corda para simular a morte da personagem.

As seis cenas da peça experimental Mirages têm lugar em diferentes partes do teatro e durante a exibição os espetadores caminham entre os locais.