O segundo volume de “As mil e uma noites”, de Miguel Gomes, “O desolado”, encontra-se entre os 14 filmes nomeados para Melhor Filme Iberoamericano, dos Prémio Goya, do cinema espanhol, a entregar no próximo mês de fevereiro.

Os 14 nomeados foram anunciados pela Academia das Artes e das Ciências Cinematográficas de Espanha, no âmbito do Festival de Cinema Iberoamericano de Huelva, que decorre desde sábado até 21 de novembro.

O filme “Que horas ela volta?”, da brasileira Anna Muylaert, com estreia marcada para 2 de dezembro nas salas portuguesas, é outro dos nomeados, assim como “El clan”, uma produção argentina, e “La once”, do Chile.

“La tierra y la sombra” (Colômbia), “Presos” (Costa Rica), “Vestido de novia” (Cuba), “La Tirisia” (México), “La pantalla desnuda” (Nicarágua), “El tiempo nublado” (Paraguai), “Magallanes” (Peru), “La gunguna” (República Dominicana), “Una noche sin luna” (Uruguai) e “Lo que lleva el río" (Venezuela) são os outros nomeados.

Os filmes finalistas nas restantes categorias dos Prémios Goya serão anunciados a 14 de dezembro.

"O desolado", o segundo filme de "As mil e uma noites", de Miguel Gomes, foi proposto pela Academia Portuguesa de Cinema para o prémio de Melhor Filme Iberoamericano, no passado mês de setembro.

A proposta foi feita depois de uma candidatura aos Óscares de Melhor Filme Estrangeiro, à semelhança da longa-metragem brasileira, de Anna Muylaert, que teve antestreia em Lisboa, na sexta-feira, no âmbito do Lisbon & Estoril Film Festival.