Casey Aflleck já não vai participar na 90.ª edição dos Óscares onde iria apresentar o prémio para Melhor Atriz. O irmão mais novo de Ben Affleck, que ganhou o prémio de Melhor Ator no ano passado com o filme Manchester By The Sea, avisou a Academia que não ia aparecer na cerimónia, avança a revista PEOPLE.

Manda a tradição que o vencedor do Óscar de Melhor Ator apresente o prémio para a mesma categoria feminina no ano seguinte. Mas, este ano não vai acontecer e a Academia já se pronunciou.

Agradecemos a decisão de manter a concentração no espetáculo e nos grandes trabalhos deste ano”

A decisão do ator prende-se com as recentes denúncias de assédio e abuso sexual em Hollywood. Isto porque, em 2010, o ator enfrentou dois processos de assédio sexual apresentados por duas mulheres que trabalharam com ele no filme I’m Still Here. Na altura, Aflleck negou as acusações e conseguiu resolver os processos fora dos tribunais.

Depois de Affleck ter recebido o galardão de melhor ator, foi criada uma petição para que este não participasse na cerimónia deste ano que, até ao momento, Apesar de já ter recolhido 19.500 assinaturas, a mesma já não é necessária visto que o ator se afastou por iniciativa própria.

Numa entrevista recente ao jornal americano Boston Globe, o irmão mais novo de Ben Aflleck falou sobre os rumores de que tem sido alvo.

Não há nada que eu possa fazer. Para além de viver a minha vida como sei, eu vivo e falo de acordo com os meus valores e tento guiar-me por eles o tempo todo”, afirma Casey ao jornal.

A 90.ª edição dos Óscares vai realizar-se dia 4 de março no Dolby Theatre, em Hollywod, apresentada por Jimmy Kimmel.