Estúdio de «The Hobbit» foi atingido por incêndio

Portsmouth Miniatures Studio já foi utilizado para a rodagem de «O Senhor dos Anéis»

Por: Redação / IGP    |   1 de Outubro de 2010 às 12:28
Um estúdio que ia ser usado para as filmagens de «The Hobbit» foi atingido por um incêndio de grandes proporções, esta sexta-feira na Nova Zelândia. Uma porta-voz do Portsmouth Miniatures Studio disse ao site da revista «The Hollywood Reporter» que ninguém ficou ferido neste incidente e que nenhum filme se encontrava em produção naquele estúdio.

Não foram, no entanto, reveladas mais informações nem sobre as causas, nem sobre a extensão do incêndio, que se prolongou durante três horas.

O Portsmouth Miniatures Studio já tinha sido utilizado para a rodagem de filmes, como a trilogia «O Senhor dos Anéis» ou o remake de «King Kong», de 2005. Matthew Dravitzki, representante da produtora de Peter Jackson, a Wingnut Films, afirmou que o estúdio também ia ser utilizado para a rodagem de «The Hobbit».

O porta-voz considera que este incêndio vai ser muito prejudicial, visto que aquele era um dos únicos estúdios do mundo a filmar, com qualidade, cenários em miniatura.

Este é apenas um dos muitos problemas que têm afectado a produção de «The Hobbit»: a película tem sofrido vários adiamentos, já trocou de realizador (de Guillermo del Toro para Peter Jackson) e, neste momento, Jackson pondera filmar a longa-metragem no Leste Europeu, devido ao boicote de um sindicato na Nova Zelândia.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Peter Jackson
Peter Jackson
COMENTÁRIOS

PUB
José Sócrates fica em prisão preventiva

Medida de coação mais gravosa aplicada pelo tribunal que, no entanto, não revelou em comunicado os fundamentos da prisão. Ex-primeiro foi ouvido pelo juiz Carlos Alexandre e três horas depois do anúncio previsto foi o advogado de Sócrates a dar a notícia. Recorde-se que ex-PM foi detido na sexta-feira no aeroporto de Lisboa quando chegava de Paris. O comunicado desta segunda-feira confirma que é suspeito de crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção