Premiada com 16 Emmys e dois Globos de Ouro, "Breaking Bad" ganhou a notoriedade de séries icónicas como "Os Sopranos", "The Wire" ou "Mad Men". 

"Os objetos desta série inovadora ajudam-nos a documentar a forma como o entretenimento americano reflete e influencia as nossas vidas. `Breaking Bad´ oferece-nos ferramentas especiais para compreender e enfrentar as questões sociais", disse John Gray, diretor do Museu Nacional de História Americana.

The Guardian

"Breaking Bad" acompanha a decadência de Walter White, um professor de química do ensino secundário, que é diagnosticado com cancro numa fase terminal. A partir daí, começa a produzir metanfetamina para sustentar a família.

Com influências dos filmes do faroeste americano, a série utiliza a decadência moral de Walter para explorar o sonho americano contemporâneo e ilustrar os efeitos corrosivos do poder e da ganância.

Na cerimónia de apresentação estiveram presentes os atores Bryan Cranston, Aaron Paul, Dean Norris, Jonathan Banks e RJ Mitte, juntamente com o criador da série, Vince Gilligan, e os produtores Mark Johnson, Michelle MacLaren, Melissa Bernstein e Peter Gould.