Em 1975, na comédia "Monty Python e o Cálice Sagrado", o Rei Artur e os seus bravos cavaleiros partiram na busca pelo Santo Graal. No entanto, estavam longe de saber que, 40 anos depois, os fãs de Monty Python iriam encontrar um Santo Graal para si próprios.

Esta quinta-feira, 14 minutos de animação que nunca chegaram a fazer parte do filme foram recuperados para o canal YouTube dos Monty Python. Terry Gilliam, co-realizador do filme, foi o responsável por esta surpresa e explica-a com alguma ironia.
 

"É a animação que foi cortada pelos membros invejosos do grupo , que estavam tentar cortar as asas a um jovem animador muito talentoso. Um homem que se poderia ter tornado um grande animador, mas que acabou por ser  forçado a fazer cinema ao vivo para cobrir as cicatrizes."


A animação será incluída num novo lançamento do filme, em Blu-ray, para marcar o 40º aniversário do clássico.
 

"Esta é, na verdade,  provavelmente a única razão para comprar esta nova versão Blu-ray do filme."