Afasia Progressiva Primária é a doença diagnosticada e que está a afetar gravemente Terry Jones, de 74 anos, o comediante britânico que integrou a trupe dos Monty Phyton.

A doença, designada hoje como Afasia Progressiva não-Fluente - segundo a página na internet da Associação Alzheimer Portugal -, faz com que as pessoas possam "perder a capacidade de falar ou manifestar alterações da articulação das palavras".

A demência frontotemporal está a afetar Terry Jones e, a avaliar pelos relatos, estará já numa fase adiantada de evolução.

Esta doença afeta a sua capacidade de comunicar e ele já não tem possibilidade de dar entrevistas", comunicou um represnetante do ator, através da Academia britânica de Cinema e Televisão (BAFTA).

A comunicação surgiu em paralelo com o anúncio que a Academia britânica pretende entregar um prémio especial a Jones, pela sua contribuição para o cinema e televisão.

Estamos a pensar em celebrar o trabalho de Terry Jones com uma retrospetiva do seu trabalho, desde 1969 até aos dias de hoje", afirmou Hannah Raybould, diretor da BAFTA.

Além dos Monty Phyton, Terry Jones também escreveu e realizou dramas, apresentou documentários, compos óperas, escreveu contos e publicou poemas.

O Terry está orgulhoso e honrado por este reconhecimento e ansioso para que se concretize", salientou o represnetante do ator.

A dor já conhecida dos amigos

Claro que não tem sido um segredo para nós há uns anos mas conseguimos fazer o O2", escreveu no canal Twitter, o colega dos Monty Phyton, Eric Idle, referindo-se ao espetáculo que o grupo levou a palco, em Londres, em julho de 2014.

As reações têm sido imensas, com os cinco sobreviventes dos seis que formaram os Monty Phyton à cabeça. Michael Palin mostrou mesmo no Facebook uma espécie de selfie tirada com Terry Jones, há poucos dias.

Terry J. tem sido meu amigo e colega de trabalho há mais de cinquenta anos. A progressão da sua demência tem sido doloroso de se ver. Foi ontem anunciado que ele tem um tipo de afasia que, gradualmente, o vai privar da capacidade de falar. É a coisa mais cruel que poderia acontecer a alguém para quem as palavras, ideias, argumentos, piadas e histórias foram o material da sua vida", escreveu Palin.

Ele passa o tempo com a família e apenas há dois dias encontrei-me com ele para um dos nossos habituais almoços no pub perto de onde mora. Howard Johnson, um amigo americano dos Python, estava na cidade e tirei esta foto. Terry não diz muito, mas sorri, ri, reconhece e responde e eu fico sempre contente de o ver. Que isso continue por muito tempo", rematou o amigo.

Nas redes sociais, as contas dos amigos de Jones nas redes sociais têm sido palco de mensagens de fans de todo o mundo. Além, de publicações das contas oficiais dos Monty Phyton.