A série “Game of Thrones” conquistou, no domingo, o galardão de melhor drama na 67.ª edição dos prémios Emmy, enquanto “Veep” foi distinguida na comédia, numa cerimónia em que os atores Jon Hamm e Viola Davis foram também premiados.

A vitória de “Veep” pôs, assim, fim ao reinado de “Modern Family”, premiada nas últimas cinco edições dos Emmy, que distinguem as produções televisivas norte-americanas.

Julia Louis-Dreyfus, que interpreta a personagem principal de “Veep”, venceu o prémio de melhor atriz em série de comédia.



A produção televisiva conquistou ainda o prémio para o melhor ator secundário em série de comédia, entregue a Tony Hale.

Por seu lado, Jon Hamm (“Mad Men”) conquistou a estatueta para melhor ator em série dramática, após oito nomeações consecutivas.

“Isto foi um erro terrível, claramente. Parece-me incrível e impossível que esteja aqui hoje”, afirmou o ator, no Microsoft Theater, em Los Angeles.


Viola Davis ("How to Get Away With Murder") tornou-se a primeira mulher negra a vencer um Emmy na categoria de melhor atriz em série dramática.

“A única coisa que separa as mulheres negras das outras são as oportunidades. Não podes ganhar um Emmy com papéis que, simplesmente, não existem”.


Jeffrey Tambor conquistou a estatueta para melhor ator em série de comédia pelo seu papel em “Transparent”, em que interpreta uma mulher transgénero.

“Quero dedicar a minha 'performance' e este prémio à comunidade transgénero. Obrigado pela vossa paciência. Obrigado pela vossa coragem. Obrigado pelas vossas histórias. Obrigado pela inspiração”, disse Tambor, no seu discurso.


“Game of Thrones” arrecadou também os prémios de melhor ator secundário em drama, pela interpretação de Peter Dinklage, naquela que foi a sua segunda vitória em cinco nomeações consecutivas, bem como os galardões de melhor realização (David Nutter) e melhor guião (David Benioff e DB Weiss).

“Não preparei nada, até estava a mastigar pastilha elástica”.


O prémio de melhor atriz secundária em série dramática foi entregue a Uzo Aduba ("Orange is the New Black"), a sua segunda vitória consecutiva, que o recebeu em lágrimas: “Quero dar graças mil vezes”.



A estatueta para melhor atriz secundária em série de comédia foi conquistada por Allison Janney, pelo seu papel em "Mom".