Durante uma conferência de imprensa no Festival de Cinema Sundance, Lena Duham falou sobre a polémica que envolve Woody Allen.

Enquanto falava sobre a diferença entre as personagens e os realizadores, a atriz de Girls afirmou que Woody Allen é a prova de que as pessoas conseguem separar a ficção da realidade.

«O Woody Allen é a prova de que ninguém pensa que aquilo que ele diz nos filmes é aquilo que ele faz. Porque tudo o que ele fez foi namorar com jovens de 17 anos durante anos e não se disse nada sobre isso. Ninguém assistiu a “Manhattan” e viu Woody Allen a beijar uma rapariga de 17 anos e pensou “olha, ele é um pervertido na vida real”. Só depois é que descobrimos que ele era», afirmou a atriz, acrescentando que não vai «denunciar o trabalho» do realizador.


Lena Dunham afirmou ainda que o «assédio sexual é uma epidemia e muitas pessoas não são levadas a sério», acrescentando que é importante falar sobre este tema nas universidades, onde o problema é comum.

Recorde-se no ano passado a filha adotiva do realizador, Dylan Farrow, acusou-o de a ter molestado na infância, acusações que o Woody Allen  negou.