A realizadora e atriz Suzana de Moraes, filha de Vinícius de Moraes e mulher da cantora Adriana Calcanhotto, morreu na madrugada desta terça-feira no Rio de Janeiro, divulgou a imprensa brasileira.

De acordo com o jornal «Globo», Suzana de Moraes, que tinha 74 anos, sofria de cancro no endométrio e estava internada na clínica São Vicente, na zona sul do Rio de Janeiro, desde 5 de janeiro.

A realizadora brasileira casou-se em 2010 com a cantora Adriana Calcanhotto, com quem viveu mais de 25 anos.

Como atriz, Suzana de Moraes participou em produções como «O Gigante da América», de Júlio Bressane, de 1978, e na série «Véu de Noiva», exibida pela TV Globo em 1969.

A mais velha dos cinco filhos do poeta e músico Vinícius de Moraes, nasceu do primeiro dos nove casamentos do pai, com a jornalista Tati de Moraes.

Foi uma das principais responsáveis pelo espólio de Vinícius de Moraes, reunindo os irmãos Pedro, Georgiana, Luciana e Maria em torno da obra de Vinícius, e comandou as homenagens ao pai no seu centenário, em 2013.

A sua última atuação foi no filme «Perfume de Gardênia», de Guilherme de Almeida Prado, lançado em 1992.

Como realizadora, Suzana de Moraes assumiu os espetáculos «Adriana Partimpim Ao Vivo» e «Adriana Calcanhotto - Público», ambos da sua mulher.

Também produziu o documentário «Vinícius de Moraes - Quem pagará o enterro e as flores se eu me morrer de amores», em 2005, segundo a Lusa.