O funeral do ator brasileiro Domingos Montagner aconteceu este sábado de manhã, na zona este de São Paulo. Entre os amigos e familiares presentes, os filhos do ator com Luciana Lima foram a maior ausência.

Domingos Montagner morreu, esta quinta-feira, durante um mergulho com a atriz Camila Pitanga, no rio São Francisco, no intervalo das filmagens. Tinha 54 anos e interpretava Santo em "Velho Chico", novela da TV Globo.

Antes do funeral, as pessoas mais próximas de Domingos Montagner estiveram reunidas num teatro paulista. De acordo do G1, a cerimónia durou quatro horas e foi restrita a convidados entre os quais estiveram a atriz e colega Dira Paes, Ingrid Guimarães, e os atores Marcos Palmeira e Antonio Fagundes. Os filhos do ator não acompanharam Luciana Lima nas cerimónias fúnebres.

Do lado de fora do teatro, milhares de fãs marcaram presença vestidos de branco para prestar uma última homenagem ao ator.

A família de Montagner agradeceu todo o apoio que tem tido, através de uma publicação no Facebook. Domingos Montagner era casado e tinha três filhos.

A autopsia ao corpo de Domingos Montagner revelou que morte esteve relacionada com o afogamento.

Camila Pitanga, a atriz que estava a mergulhar com o ator no momento do acidente, afirmou que tentou salvar o colega, mas não conseguiu vencer a forte corrente do rio São Francisco.

Domingos Montagner foi o segundo ator do elenco da novela “Velho Chico” a morrer. O ator Umberto Magnani, de 75 anos, sofreu um acidente vascular cerebral durante as gravações da novela, em abril.

Santo dos Anjos não vai morrer em "Velho Chico"

Domingos Montagner dava vida a Santo dos Anjos, um dos protagonistas da novela "Velho Chico", mas a sua morte não vai fazer desaparecer o personagem. Montagner vai continuar a ser Santo dos Anjos até ao final do enredo. A Globo informou, em comunicado divulgado este sábado, que não vai matar o personagem interpretado por Domingos Montagner.

A decisão foi justificada por só faltarem três cenas com Santo até ao final das gravações. Por outro lado, o desfecho da novela sem a morte de protagonista será considerada uma homenagem para Domingos Montagner.