Olivia Newton-John revelou que está a lutar contra o cancro pela terceira vez em três décadas. Em entrevista ao programa "Sunday Night", a atriz australiana revelou que, ao contrário do que tinha revelado, estava a lutar contra a doença pela terceira e não segunda vez, como tinha revelado no ano passado.

A atriz, que foi diagnosticada, em 2017, com cancro no sacro, depois de já ter sido afetada por um cancro da mama em 2013 e 1992, revelou ainda que a descoberta foi feita através de um exame médico a que se submeteu na sequência um acidente de carro e que optou por guardar a doença em segredo.

"Pensei: 'é a minha vida', por isso decidi guardá-lo para mim", disse em entrevista ao programa "Sunday Night", do canal Seven Network

Olivia Newton-John, de 69 anos, revelou ainda que está a tratar o cancro com medicinas "modernas" e canábis natural.

"O meu marido esteve sempre comigo, e está sempre a apoiar-me. Acredito que vou vencer a doença e é esse o meu objetivo".

A atriz australiana foi catapultada para a fama após o musical "Grease", onde contracenou com John Travolta, e também "Saturday Night Fever". Depois do sucesso no cinema, dedicou-se também à música. 

Quando foi diagnosticada, em 1992, com cancro da mama pela primeira vez, Olivia Newton-John criou um centro de bem-estar e pesquisa para o cancro com o seu nome (Olivia Newton-John Cancer Wellness Research Center), localizado em Melbourne, na Austrália, de onde é natural.