O célebre robô "R2-D2" utilizado nos filmes da saga “Guerra das Estrelas” foi arrematado por 2,76 milhões de dólares (2,41 milhões de euros) num leilão realizado no sul da Califórnia, nos Estados Unidos.

A venda do robô, que se tornou num dos mais icónicos do cinema, foi anunciada na quinta-feira pela leiloeira Profiles in History, com sede em Calabasas, a cerca 50 quilómetros de Los Angeles, através da sua página na rede social Facebook.

Desconhece-se de momento a identidade do comprador do "R2-D2", pelo qual a leiloeira esperava arrecadar um máximo de dois milhões de dólares (1,7 milhões de euros).

A leiloeira detalhou que o "R2-D2" foi construído a partir de diferentes peças do robô utilizadas na trilogia original da "Guerra das Estrelas" (1977-1983) e em duas prequelas da saga de ficção científica (1999 e 2002).

O cilíndrico robô é feito de componentes de alumínio, aço e fibra de vidro e mede pouco mais de um metro de altura.

Este foi o artigo vendido pelo valor mais elevado durante três dias de leilão centrados em Hollywood que resultaram em receitas totais na ordem de 14 milhões de dólares (12,2 milhões de euros).

A Profiles in History informou ainda da venda de outros símbolos da "Guerra das Estrelas". Um sabre de luz utilizado pela personagem Luke Skywalker (interpretada por Mark Hamill) foi arrematado por 450 mil dólares (393,4 mil euros), enquanto o capacete de Dark Vader do primeiro filme foi vendido por 96 mil dólares (83,9 mil euros).