A obra «12 anos escravo», do realizador Steve McQueen, foi considerada o melhor filme pelos prémios de cinema britânicos Bafta, numa cerimónia que decorreu neste domingo, em Londres.

O britânico Chiwetel Ejiofor foi distinguido com o prémio de melhor ator pela interpretação de Solomon Northup, personagem principal de «12 anos escravo», que retrata a história real de um músico negro raptado em 1841 e vendido como escravo.

A australiana Cate Blanchett dedicou o Bafta para melhor atriz, pela interpretação no último filme de Woody Allen, «Blue Jasmine», ao «monumento do cinema» Phillip Seymour Hoffman, recentemente encontrado morto, após consumo de drogas.

Jennifer Lawrence e Barkhad Abdi foram considerados melhor atriz e melhor ator secundários, pelo desempenho em «Golpada americana» e «Capitão Phillips», respetivamente.

O mexicano Alfonso Cuarón foi considerado o melhor realizador, por «Gravidade», e David O. Russell viu reconhecido o argumento de «Golpada americana». Estas duas películas estavam na corrida a melhor filme, juntamente com «Capitão Phillips», de Paul Greengrass, e «Filomena», de Stephen Frears.