O ator Bob Hoskins morreu esta quarta-feria, aos 71 anos, revelou o agente, segundo a agência Reuters.

A mesma fonte revelou que o ator morreu de pneumonia. Bob Hoskins foi nomeado para o Óscar de Melhor Ator em 1987, no filme, «Mona Lisa».

Bob Hoskins morreu na terça-feira rodeado pela família. Estava retirado dos palcos desde 2012, após um diagnóstico de Parkinson, como disse o agente ao «The Guardian».

Nascido a 26 de outubro de 1942, em Suffolk, Inglaterra, em plena II Guerra Mundial e onde a mãe acabou por fugir dos bombardeamentos. Filho de uma educadora de infância e de um cozinheiro, deixou a escola aos 15 anos, mas um professor de inglês deixou-lhe o bichinho pela literatura.

Com uma carreira de décadas e sendo um dos mais amados atores britânicos, o protagonista de «Quem tramou Roger Rabbit?», em 1988, bem podia dizer que foi «tramado» e que a sua carreira começou como um acidente. Hoskins acompanhava um amigo a uma audição quando alguém o confundiu com um ator na fila para o casting. Acabou por conseguir o papel no teatro. E a representação passou a ser o papel principal da sua vida. Do teatro foi para a televisão e depois chegou o cinema. Atravessou o Atlântico. Conquistou Hollywood e foi nomeado para um Óscar pelo filme «Mona Lisa».

Com mais de 30 anos de carreira e outros quantos filmes e séries de tantos géneros, ao contracenar com desenhos animados em «Quem tramou Roger Rabbit?» vale-lhe uma eterna recordação. Já «Super Mario», em 1993, mais valia esquecer. Aí ele poderia dizer que foi efetivamente tramado. Numa entrevista ao «The Guardian, em 2007, confessou que «aquela foi a pior coisa que tinha feito».

O estrelato não o fez esquecer a paixão e, por isso, foi balançando com filmes independentes.