O novo filme de Martin Scorsese, «o Lobo de Wall Street» viu a sua estreia proibida em países como a Malásia e o Nepal.

De acordo com a revista «The Hollywood Reporter», o motivo desta proibição está no recurso excessivo ao uso de cenas sexuais e de uma linguagem bastante agressiva. A palavra «fuck» é, por exemplo, dita mais de 500 vezes durante todo o filme.

Em outros países, como Índia e Líbano, o filme estreou-se, mas numa versão mais censurada, enquanto em Singapura a exibição só é permitida aos maiores de 18 anos.

«O Lobo de Wall Street» retrata a vida de Jordan Belfort, interpretado por Leonardo DiCaprio, um corretor de Long Island que cumpriu pena de prisão por recusar colaborar com as autoridades na investigação de um escândalo financeiro que envolveu a banca mundial e figuras destacadas de Wall Street, nos anos 90.