A atriz italiana acabou de publicar as memórias em « Yesterday, Today and Tomorrow: My Life». A imagem que se tornou um ícone de uma época, de duas divas, é explicada por uma das protagonistas 57 anos depois: «Tive medo que tudo naquele vestido explodisse - BOOM! - para cima da mesa», revelou Sophia Loren em entrevista à revista norte-americana «Entertainment Weekly».

A festa tinha como objetivo apresentar a atriz italiana a Hollywood. Jayne Mansfield era já uma estrela da meca do cinema e não estava para se deixar ofuscar pela nova artista.

 «A Paramount organizou a festa para mim. Estava lá todo o cinema, foi incrível. Até que a dada altura entra Jayne Mansfield, a última a chegar. E para mim, foi quando as coisas se tornaram surpreendentes», contou Sophia Loren em entrevista telefónica a partir da Suíça, onde vive.

 «Ela veio logo para a minha mesa. Sabia que toda a gente estava a olhar. Sentou-se. E ficou quase... Ouça, olhe para a fotografia. Para onde olham os meus olhos? Estou a fitar os mamilos dela porque estou com medo que eles vão saltar para o meu prato. É possível ver o medo na minha cara. Estava com medo que tudo naquele vestido explodisse - BOOM! - para cima da mesa», acrescentou.

 A imagem, um momento de  paparazzo que ficou para a história, ainda hoje circula nas redes sociais. Sophia Loren conta mesmo que «muitas, muitas vezes» já lhe deram uma cópia da imagem, para que a autografasse. «Nunca o faço. Não quero ter nada a ver com isso. E por respeito a Jayne Mansfield, que já não está entre nós», explicou.