O realizador brasileiro Alberto Graça inicia na próxima semana em Lisboa a rodagem da longa-metragem «Beatriz - Entre a Dor e o Nada», com elenco brasileiro e português, revelou à agência Lusa fonte da produtora Filmes do Tejo.

O filme será rodado na íntegra em Lisboa entre outubro e novembro, com coprodução luso-portuguesa, e os atores brasileiros Marjorie Estiano e Sérgio Guizé à frente de um elenco que inclui ainda os portugueses Beatriz Batarda, Luís Lucas, Margarida Marinho e Paulo Pinto.

O filme centra-se nas personagens Beatriz e Marcelo, ela advogada, ele escritor, um casal apaixonado que se muda do Brasil para Lisboa.

Marcelo inicia a criação do segundo romance, que versa sobre o ciúme e que se inspira na sua vida e em Beatriz.

Beatriz, «fascinada pela sua história, ajuda-o na construção da personagem feminina do seu livro. Acaba por viver uma vida dupla, colocando à prova o relacionamento do casal, tornando-os prisioneiros e personagens do próprio romance», lê-se na sinopse.

Alberto Graça, de 65 anos, é autor de filmes como «O Dia da Caça» (2000), «Memórias do Medo» (1981) e «Belo Horizonte», tendo produzido, por exemplo, «Ópera do Malandro» (1985), «A Queda» (1976) e «Getúlio Vargas» (1974).

Foi ainda o mentor do projeto Cinema em Movimento, que exibe cinema nacional gratuitamente nas universidades e praças públicas brasileiras, e do Instituto Cultura em Movimento.