Depois dos livros, o sucesso de «As Cinquenta Sombras de Grey» chega ao cinema, com o filme a tornar-se um verdadeiro fenómeno nas bilheteiras de todo o mundo.

Com as receitas mundiais a ultrapassarem os 237 milhões de euros o filme de Sam Taylor-Johnson já é o recorde de bilheteiras de 2015. Mas os números do sucesso não ficam por aqui.

Logo no fim de semana de estreia, a adaptação cinematográfica da trilogia de E.L. James bateu o recorde global que pertencia ao filme «Avatar» em relação às receitas conseguidas no primeiro fim de semana de exibição.

Ao contrário do que aconteceu com «Sniper Americano», a popularidade de «As Cinquenta Sombras de Grey» ultrapassou as fronteiras norte-americanas e tornou-se na melhor estreia de um filme da Universal em 30 países. Em 11 países tornou-se mesmo na melhor estreia de sempre, como foi o caso de alguns países do leste da Europa como a República Checa, a Hungria, a Lituânia, Letónia, Polónia, Eslováquia e Ucrânia. 

Em Portugal, já foi visto pro mais de 160 mil espectadores, gerando cerca de 875 mil euros, segundo os dados avançados pela NOS a distribuidora do filme em Portugal.

Os peritos no assunto avançam mesmo que o filme deverá quebrar os recordes de Mamma Mia ou de Instinto Fatal, filmes que foram um sucesso ao nível mundial.

Nos Estados Unidos, cerca de 68% dos espectadores são mulheres e 58% tem menos de 25 anos. 

«As Cinquenta Sombras de Grey» retrata o relacionamento entre uma estudante de literatura e um empresário poderoso, em ambientes pautados pelo erotismo. Os livros são um sucesso sem fronteiras: já venderam mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo e já foram traduzidos para mais de 50 línguas.