Ben Affleck falou publicamente pela primeira vez sobre a sua escolha para o papel de Batman no novo filme de Zack Snyder, e desvalorizou as críticas dos fãs do herói de banda desenhada que não acreditam que o ator seja o homem certo para suceder a Christian Bale.

Convidado do talk show de Jimmy Fallon na NBC, o Late Night, Affleck assegurou que é «um rapaz crescido» e que já passou por situações bem mais difíceis, como a não nomeação ao Óscar de Melhor Realizador pelo trabalho em «Argo», filme que viria a ser coroado com o prémio máximo da Academia.

«Sou um rapaz crescido. Se consigo lidar com o facto de ter sido ignorado nos Emmy, então consigo aguentar com qualquer outra coisa», brincou o ator, confundido propositadamente os Óscares com os Emmy.

Ben Affleck explicou que Zack Snyder e os produtores de «Batman vs. Superman» escolheram-no para conseguirem uma abordagem diferente do homem-morcego a que o público está habituado no cinema. Porém, alertaram-no para as possíveis reações negativas assim que o anúncio fosse feito.

«Eles mostraram-me as reações do público à escolha de outros atores [em filmes de super-heróis] e eram coisas do género: "Matem-no! Matem-no!". Mas ele acabou por ser espantoso no filme», contou.

«As pessoas não podem dizer essas coisas antes de o filme ser lançado. Não interessa o que elas dizem antes de o verem, mas sim o que dizem depois.»

«Batman vs. Superman» vai pôr, pela primeira vez no cinema, os dois heróis da DC Comics num frente a frente que tem estreia prevista para julho de 2015. Ben Affleck enfrentará Henry Cavill, o Super-Homem do mais recente filme de Zack Snyder, «Homem de Aço».