O produtor português João Matos vai participar no encontro anual de produtores europeus de cinema, que começa no sábado, em Cannes, à margem do festival de cinema francês, anunciou o European Film Promotion.

Este encontro, intitulado Producers on the Move, é apresentado como uma oportunidade para 29 jovens produtores independente de cinema da Europa fazerem contactos, mostrarem o seu trabalho e conseguirem co-produções.

A convite do Instituto do Cinema e Audiovisual, parceiro do European Film Promotion, João Matos, de 35 anos, rumará a Cannes pela primeira vez, como contou à agência Lusa.

«É uma oportunidade bastante interessante, haverá encontros com outros produtores e poderão surgir parcerias de trabalho», referiu.

Em carteira, João Matos levará, por exemplo, os filmes «Lacrau», de João Vladimiro, premiado em abril no festival IndieLisboa, «Um Fim do Mundo», de Pedro Pinho, e ainda um documentário de Tiago Hespanha.

O projeto da nova longa-metragem de ficção de Jorge Silva Melo, intitulada «A Fábrica de Nada», também seguirá com João Matos.

Para o produtor português, o mais importante é fazer contactos para co-produções e captação de financiamentos, como os que têm sido feitos com Itália, França ou Brasil, referiu.

No caso de «Lacrau», por exemplo, João Matos disse que já está assegurada a distribuição em França.

João Matos foi produtor e diretor de produção em filmes como «Helena Almeida: Pintura Habitada», de Joana Ascensão, «Sobre o Lado Esquerdo», de Margarida Gil, e «Mistérios de Lisboa», de Raoul Ruiz. É um dos fundadores da produtora Terratreme.

O encontro Producers on the Move, que se realiza há 14 anos, já contou com a participação de produtores portugueses como Rodrigo Areias, João Trabulo, Luís Urbano, Pandora da Cunha Telles e João Figueiras.