Apesar da morte de Philip Seymour Hoffman - no domingo, aos 46 anos -, os estúdios da Lionsgate não alteraram a data de estreia de «The Hunger Games: A Revolta - Parte 1», e a personagem do ator não deverá ser removida dos dois últimos filmes da saga.

No papel de Plutarch Heavensbee, Seymour Hoffman terá um papel importante na história da primeira parte de «A Revolta», o que deverá impedir que a sua personagem seja removida do filme.

O ator já tinha rodado todas as cenas do primeiro filme, e faltavam-lhe apenas uma semana de gravações para concluir a participação na segunda parte do último capítulo da saga.

A Lionsgate não avançou detalhes sobre possíveis alterações na produção dos dois últimos filmes de «The Hunger Games», mas lamentou a perda de «um talento único» e de «um dos mais talentosos atores da nossa geração».

«The Hunger Games: A Revolta - Parte 1» deverá chegar aos cinemas em novembro, enquanto que a segunda parte será lançada um ano mais tarde. Philip Seymour Hoffman entrou na saga em 2013, tornando-se no Idealizador Principal dos Jogos da Fome de «Em Chamas».

Outro dos últimos trabalhos de Seymour Hoffman ainda por estrear, a série televisiva «Happyish», dificilmente verá a luz do dia. O ator protagonizava o episódio piloto de uma nova comédia do canal Showtime, que não deverá ser transmitido, segundo o site E!News.

A própria série poderá mesmo não ser produzida, uma vez que implicaria a substituição de Seymour Hoffman, considerado o ator perfeito para o papel de um diretor criativo de uma agência de publicidade de Nova Iorque que se sente miserável com a sua vida, infernizado por chefes com idade para serem seus filhos.

Já terminados, e apenas com data de estreia em Portugal por revelar, «God's Pocket» e «A Most Wanted Man» serão outros dos últimos trabalhos de Philip Seymour Hoffman a exibir no grande ecrã.