Bill Murray e Dan Aykroyd foram alguns dos amigos e colegas de Harold Ramis que fizeram questão de prestar tributo ao ator, argumentista e realizador logo após o anúncio da sua morte, na segunda-feira, aos 69 anos.

Em comunicado divulgado pela revista «Time», Bill Murray recordou a colaboração na grande maioria dos filmes que Harold Ramis realizou ou escreveu.

«O Harold Ramis e eu fizemos o "National Lapoon Show" na Broadway, o "Almôndegas", "O Pelotão Chanfrado", "O Clube dos Malandrecos", "Os Caça-Fantasmas" e "O Feitiço do Tempo". Ele fez o seu trabalho neste planeta. Deus o abençoe», escreveu Murray.

Em «Os Caça-Fantasmas», Ramis interpretou o cientista Egon Spengler, enquanto que Bill Murray vestiu a pele do descontraído parapsicólogo Peter Venkman. Dan Aykroyd, também um dos coargumentistas com Ramis, foi Ray Stantz no filme de 1984, e na sequela em 1989. E também ele quis deixar uma mensagem de homenagem ao amigo.

«Estou profundamente triste por saber da morte do meu brilhante, talentoso e engraçado amigo, coargumentista, ator e professor Harold Ramis», afirmou Aykroyd no Twitter.

«Espero que ele agora consiga as respostas que sempre procurou», acrescentou.





Ivan Reitman, o realizador de «Os Caça-Fantasmas», escreveu em comunicado que «o mundo perdeu uma maravilhosa, e verdadeiramente original, voz da comédia».

«Ele possuía a mente mais ágil que já alguma vez vi. Ele tinha sempre a noção clara do que era engraçado e de como criar algo de uma forma nova e inteligente. (...) O Harold teve um impacto extraordinário na minha carreira e eu adorava-o como um irmão», disse Reitman na mensagem divulgada pela revista «Entertainment Weekly».

Rick Moranis («Os Caça-Fantasmas») e Billy Crystal («Uma Questão de Nervos» e «Outra Questão de Nervos») foram outros dos atores de Hollywood que trabalharam com Ramis e lamentaram a sua morte.









Harold Ramis morreu na manhã de segunda-feira, em Chicago, aos 69 anos. Sofria de uma doença rara que provocava a inflamação dos vasos sanguíneos, a vasculite inflamatória auto-imune.