O filme «O Mordomo», de Lee Daniels, com banda sonora de Rodrigo Leão, foi o mais visto no fim-de-semana de estreia nos Estados Unidos e Canadá, com 18,7 milhões de euros de receita de bilheteira, escreve a agência Lusa.

De acordo com a publicação «The Hollywood Reporter», esta longa-metragem, baseada em factos reais, estreou-se em 2.933 salas, superando em receita de bilheteira o filme «Jobs», cinebiografia sobre o empresário norte-americano Steve Jobs, e «Kick-Ass 2: Agora é a Doer», ambos também no fim-de-semana de estreia nos cinemas.

Em Portugal, a estreia de «O Mordomo» está marcada para 5 de setembro. A história inspira-se em factos reais, a partir de uma reportagem do «The Washington Post» sobre Eugene Allen, um afro-americano que trabalhou na Casa Branca ao longo de trinta anos, servindo oito presidentes, entre os quais Richard Nixon, Ronald Reagan e J.F. Kennedy.

O filme, protagonizado por Forest Whitaker, é assim uma viagem pelas transformações sociais e políticas nos Estados Unidos, entre os anos 1950 e 1980.

Do elenco fazem ainda parte Oprah Winfrey, Vanessa Redgrave, John Cusak, Robin Williams, Melissa Leo, Liev Schreiber, Alan Rickman e Jane Fonda, entre outros.

A banda sonora do filme é assinada pelo músico português Rodrigo Leão, que recentemente também compôs para as longas-metragens «O Frágil Som do Meu Motor», de Leonardo António, e «A Gaiola Dourada», de Ruben Alves.

Leão fez ainda música para a série documental «Portugal - Um Retrato Social» e para a série de ficção «Equador», para o filme «Um Passo, Outro Passo e Depois...» (1989), de Manuel Mozos, e participou, enquanto músico dos Madredeus, na composição da música e na interpretação no filme «Lisbon Story» (1994), de Wim Wenders.