Um espectador português de 23 anos desmaiou enquanto assistia ao novo filme da saga «Twilight» exactamente durante a cena que supostamente causou um ataque epiléptico num espectador nos EUA.

Leandro Silva, de Vila Nova da Barquinha, Santarém, foi ao cinema do Torres Shopping na passada quarta-feira, 23 de Novembro. Acompanhado da namorada, o bancário de 23 anos jantou «normalmente» e assistiu a «Twilight: Amanhecer - Parte 1» de forma tranquila durante grande parte do filme. Porém, na cena do parto de Bella Swan, que inclui vários flashes e imagens graficamente explícitas, Leandro começou a sentir náuseas e acabou por perder os sentidos durante cerca de cinco minutos.

«Era uma cena em que a personagem estava desmaiada e estavam a tentar reanimá-la. E parecia que eu estava a viver exactamente aquilo», contou ao TVI24.pt.

«De um momento para o outro, estava exactamente na mesma situação em que ela estava. E foi nesse momento em que comecei a sentir-me mal. A sensação foi a de querer vomitar, parecia que tinha um nó no estômago. Esta sensação durou um minuto, nem tanto. Depois só me lembro de já estar deitado no chão do cinema, com o filme parado», recordou o jovem, que desmaiou «de olhos abertos» e sofreu alguns espasmos antes de acordar «muito pálido».

Leandro foi socorrido prontamente por um bombeiro e uma enfermeira que também assistiam ao filme e, já consciente, foi transportado pelo INEM para o hospital de Torres Novas, onde passou a noite internado para a realização de vários exames.

«Mediram-me a tensão e estava tudo regular. Foi um episódio vagal, uma coisa temporária que pode ser causada por um conjunto de factores que provocam o desmaio. Foi isto que os médicos me disseram», disse ao TVI24.pt.

Leandro Silva ficou «arrepiado» ao ler a notícia de um caso semelhante passado nos EUA e, enquanto espera pelo resultado de novos exames que poderão confirmar ou não a relação entre as imagens do filme com o seu desmaio, confessa alguma preocupação pelo facto de não existir qualquer aviso nos cinemas para os espectadores mais sensíveis.

«Arrepiei-me ao ler a notícia porque revi-me exactamente naquelas palavras. Pensei: "De certeza que foi isto que me aconteceu". Eu tenho 23 anos, sou uma pessoa que pratica desporto, supostamente saudável em termos cardíacos, sem antecedentes de desmaios, e isto aconteceu-me a mim. Se fosse uma pessoa que sofre do coração, uma pessoa de mais idade ou uma criança, se calhar as coisas até podiam não ficar só pelo desmaio e podiam complicar-se mais», afirmou.

«O filme para mim acabou exactamente naquela cena [do parto]», acrescentou Leandro, que, pelo menos até perceber realmente as razões do desmaio, não voltará a uma sala de cinema.