O navio que foi cenário da saga «Piratas das Caraíbas», o famoso «Pérola Negra», comandado pelo capitão Jack Sparrow (Johnny Depp), afundou-se no último sábado, ao largo de San Vicente de las Granadinas, a norte da Venezuela, depois de sofrer um estranho acidente.

O barco viajava para Santa Lucía, para ser reparado. A bordo, estavam o capitão e nove membros da tripulação. Todos foram resgatados pela Guarda Costeira. O acidente continua por explicar.

O «The Big Unicorn», assim se chamava o navio, foi utilizado em três filmes da saga - «A Maldição do Pérola Negra», «O Cofre do Homem Morto» e «Nos Confins do Mundo». A embarcação foi ainda utilizada na série «Raízes», como navio de escravos.

Não foi o primeiro navio da saga «Piratas das Caraíbas» a sofrer um acidente a afundar. Em outubro de 2012, uma réplica do navio canadiano «HMS Bounty» afundou ao largo da costa da Carolina do Norte, depois de ser apanhado pelo furacão Sandy. A bordo, seguiam 16 pessoas e duas acabaram por morrer.

Esta réplica tinha sido construída em 1962 para o filme «O Grande Motim», protagonizado por Marlon Brando e acabou por ser usada depois em todos os filmes da saga «Piratas das Caraíbas».

A saga «Piratas das Caraíbas» prepara o quinto filme, que tem estreia prevista para 2016, com o título ainda em inglês «Dead Men Tell No Tales». A rodagem arranca no final do ano em Porto Rico e Nova Orleães e terá, claro, Johnny Depp como protagonista.